Home / Destaques / ACM Neto participa de aula inaugural que marca início do ano letivo na rede municipal de ensino de Salvador

ACM Neto participa de aula inaugural que marca início do ano letivo na rede municipal de ensino de Salvador

Crédito: Divulgação/Secom/PMS

Novos fardamentos, kit escolar e material didático para todos os mais de 140 mil alunos. Além disso, novo fardamento para as fanfarras e para o projeto Defesa Civil nas Escolas, em um total de dez itens. As entregas dos materiais marcaram a aula inaugural da rede municipal de ensino de Salvador, ocorrida na Escola Municipal de Pernambués, na manhã desta terça-feira (6). O evento contou com as presenças do prefeito ACM Neto, do vice-prefeito Bruno Reis, do secretário municipal da Educação (Smed), Bruno Barral, demais autoridades e comunidade escolar.

“Sem dúvida, o ano letivo de 2018 será o mais especial e completo de todos os tempos para a cidade. Isso é fruto de um trabalho com muito planejamento, preparação, aprendizado com os erros e busca da perfeição. Tudo o que foi apresentado aqui é fruto do comprometimento de milhares de pessoas que se envolveram com o projeto. É voltado para os alunos que têm o desejo de aprender de verdade e de lutar pelos próprios sonhos”, afirma ACM Neto.

Crédito: Divulgação/Secom/PMS

O prefeito relembrou também o esforço da Prefeitura, realizado nos últimos cinco anos, que possibilitaram ações como o aumento do orçamento municipal (29,2%) para a Educação, elaboração do Plano de Cargos e Vencimentos para os professores, a requalificação da rede física e parcerias com institutos educacionais. Um dos resultados é o aumento da nota de Salvador no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Crédito: Divulgação/Secom/PMS

O secretário afirmou que Salvador sai na frente ao começar a implantar, já em 2018, o referencial curricular dos Anos Iniciais e o das demais séries já estão em andamento. Essa produção já se encontra alinhada com a Base Nacional Comum Curricular, homologada em dezembro de 2017, com limite para implantação em 2019.

Confira os dez itens/ações que compõem a “Volta às aulas nota 10”:

1. Uniforme Escolar – Uniforme para todos os alunos da Rede Municipal, desde a Educação Infantil até o Ensino Fundamental anos iniciais e anos finais. Pela primeira vez, os alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA), também receberão fardamento composto de duas camisas polo para uso diário.

2. Kit Escolar – Pasta com materiais escolares de uso pessoal do aluno, diferenciados por segmentos (Educação Infantil de 0 a 2 anos, Educação Infantil de 3 a 5 anos, Fundamental I, Fundamental II e EJA) e respeitando as necessidades de cada fase do desenvolvimento cognitivo.

3. Materiais Pedagógicos Programa Nossa Rede Ensino Fundamental – Materiais construídos de forma colaborativa entre professores, coordenadores e gestores apoiados pelo ICEP – Instituto Chapada, que possui uma notória expertise na área da educação. O material contempla cadernos pedagógicos para as disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, atendendo a professores e alunos do 1º ao 5º ano de escolarização. Neste ano, a Smed produzirá os cadernos de História, Ciências e Geografia também de forma colaborativa, concluindo a construção do Sistema Estruturado Próprio de Ensino de Salvador.

4. Materiais Pedagógicos Programa Nossa Rede Educação Infantil – Materiais construídos de forma colaborativa entre professores, coordenadores e gestores, apoiados pela AVANTE, que possui uma notória expertise na área da educação infantil. O material de apoio contempla a família, professores, comunidade escolar e alunos. Para os alunos, são distribuídos livros para a creche e pré-escola e portfólios acompanhados de uma agenda para acompanhamento do desenvolvimento do aluno e comunicação família e escola.

5. Diários de Classe – Instrumento pedagógico de registro e acompanhamento de frequência e desempenho acadêmico dos estudantes durante os quatro bimestres letivos, de forma a explicitar a evolução pedagógica dos alunos através dos pareceres descritivos elaborados pelos professores. Foram reformulados de acordo com os Referenciais Curriculares da Educação Infantil e Anos Iniciais.

6. Referencial Curricular do Ensino Fundamental Anos Iniciais – Documento construído com a participação colaborativa dos professores, coordenadores e gestores escolares da Rede junto com o Instituto Chapada – ICEP, contemplando os princípios da educação municipal, os pressupostos teórico-metodológicos das práticas pedagógicas, a concepção das áreas do conhecimento e as aprendizagens esperadas para cada disciplina. Essa produção já se encontra alinhada com a Base Nacional Comum Curricular, homologada em dezembro de 2017, com limite para implantação em 2019.

A Rede Municipal entregou em 2016 os Referenciais Curriculares Municipais da Educação Infantil e planeja a construção, em 2018, dos Referenciais Curriculares Municipais do Ensino Fundamental Anos Finais, também de forma articulada e colaborativa com a Rede.

7. Referencial Curricular do Ensino de Artes – Documento resultante do Projeto Arte no Currículo, uma parceria com a Universidade Federal da Bahia (UFBa) e produzido de forma colaborativa entre os professores das quatro linguagens artísticas: música, dança, teatro e artes visuais. O objetivo é potencializar a arte no currículo das escolas do 1º ao 9 º anos de escolarização.

8. Coletânea de CDs Nossa Rede – Material construído em parceria com a organização Pracatum, contendo canções de domínio público e também autorais para utilização simultânea com os cadernos pedagógicos Nossa Rede Anos Iniciais. São 60 músicas cantadas por grandes artistas como Margareth Menezes, Saulo Fernandes, Raimundo Sodré, Claudia Leitte, Márcio Victor, Felipe Escandurras, Arnaldo Antunes, Gilberto Gil, Magary Lord, entre outros.

9. Fanfarras – As fanfarras aproximam a escola da comunidade e muito mais do que trabalhar a musicalidade, elas são importantes no processo ensino-aprendizagem nas unidades da Rede Municipal de Ensino. Atualmente há sete fanfarras:
1.Famupi (Escola Municipal de Periperi)
2.Famuacpem (Escola Municipal Senador Antonio Carlos Peixoto de Magalhães),
3.Famasp (Escola Municipal Alexandrina Santos Pita)
4.Fahema (Escola Municipal Helena Magalhães)
5.Fantesa (Escola Municipal Teodoro Sampaio)
6.Famup (Escola Municipal da Palestina)
7. Fanfac (Escola Municipal Fazenda Coutos)

10. Projeto Defesa Civil nas Escolas – Projeto, em parceria com a Codesal, que consiste em realizar oficinas e treinamento para professores e alunos, com foco em educação ambiental (percepção de risco) defesa civil, controle de zoonoses e primeiros socorros. Objetiva formar a cultura de defesa civil.

Fonte: Secom/PMS


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia

Check Also

Salvador: um mergulho na história e cultura da primeira capital do país

Salvador é uma metrópole que possui a capacidade de se reinventar e encantar até mesmo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.