Home / Destaques / Alexandre Aleluia: ‘em 2003, 2004 e 2005, a oposição perdeu muito tempo com o discurso de achar que Lula ou o PT não é mais de esquerda’

Alexandre Aleluia: ‘em 2003, 2004 e 2005, a oposição perdeu muito tempo com o discurso de achar que Lula ou o PT não é mais de esquerda’

Crédito: Mathias Jaimes/TV Servidor

Ao analisar o cenário político nos anos de 2003, 2004 e 2005 no período do governo do presidente Lula à época, Alexandre Aleluia disse no sábado (15), no Programa ‘Direto ao Ponto’, na Rádio Popular FM (100,7), que vai ao ar todos os sábados, das 9h às 10h, que a oposição perdeu muito tempo com o discurso de achar que Lula ou o PT não é mais de esquerda.

“O PT não é de esquerda, porque fez a barba, colocou um terno Armani. Uma coisa deve ser entendida. Quando eu falei na tribuna sobre comunismo, o que importa é a prática. As pessoas tem uma visão de ficaram apegadas a ideologia. O que aconteceu foi um processo revolucionário, porque sabia que não poderia fazer tudo de uma hora pra outra em 2003. Por isso, colocaram Henrique Meirelles para controlar a mídia, a Ancine, a imprensa montando os blogs, criando uma estrutura, uma cultura progressista que eles pensam e impondo novos valores a sociedade, mantendo uma política fiscal austera com inflação baixa e os liberais da época de direita achavam que estava tudo resolvido e não precisava se preocupar, enquanto isso, estavam montando o Foro de São Paulo, pegando o BNDES para fazer toda essa estrutura de bloco comunista e pronto. Essa visão binária que a gente não pode continuar tendo. A gente tem que olhar as coisas como são. A gente não pode analisar e classificar tudo com julgamento ideológico”, disse Aleluia.

Para Aleluia, a vida da população vai além de qualquer pensamento político e ideológico, mas o desejo de defender as liberdades individuais. “O povo brasileiro quer preservar as instituições, a família, quer ter ordem, quer ter segurança, quer ter suas tradições preservadas, suas liberdade, liberdade de trabalhar e ser feliz, é isso que as pessoas querem. Ninguém quer essa imposição de valores novos que estão surgindo, o que não tem nada a ver com que o brasileiro pensa”, disse Aleluia.

Rafael Santana


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


Sobre Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia

Veja Tambem

Tinoco apresenta projeto de empréstimo no Salão Nobre da Câmara

O secretário municipal de Cultura e Turismo (Secult), Claudio Tinoco, apresentou aos veradores na tarde ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.