Home / Cultura / Festival Caymmi leva arte, lazer e cultura ao Passeio Público

Festival Caymmi leva arte, lazer e cultura ao Passeio Público

Crédito: José Dias/Divulgação/Reprodução/Ibahia

Aconteceu neste fim de semana a primeira edição do Festival Caymmi de Música 2017, que levou cultura e arte ao Passeio Público. A programação gratuita começou às 8h tanto no sábado (8) quanto no domingo (9). Além dos shows com início às 16h, quem foi ao local se divertiu com uma feira ao ar livre, além de ações ligadas a gastronomia, meditação, yoga, saraus, vitrolagem e muito mais.

O festival, que recebe apoio da Prefeitura, através da Empresa Salvador Turismo (Saltur), conta com direção geral de Elaine Hazin e direção artística de Márcio Meirelles. A direção musical é de João Meirelles e Ronei Jorge e a concepção cenográfica é assinada pela Mimo – Arquitetura Consciente, com criações do coletivo CRIA.

Para o sábado, o público contou com os shows de Flávia Wenceslau, Junior Maceió, Irmão Carlos e Quabales, todos concorrentes na categoria Show ao Prêmio Caymmi de Música. A tarde contou ainda com a apresentação de uma artista convidada para deixar a festa ainda mais animada, e a primeira a participar é Anelis Assumpção. Já no domingo, subiram ao palco Sarau do Poeta, Luedji Luna, Forró da Gota e Renata Bastos. Quem participou especialmente neste dia é o cantor Curumin. Além dos concorrentes da categoria “Show”, as produções das categorias “Videoclipe” também serão apresentadas na edição. Ao todo, 80 videoclipes serão incluídos na programação e veiculados ao público.

Outras ações – No sábado (8), as atividades de bem-estar começaram às 8h, com a prática de meditação Raja Yoga oferecida pela organização Brahma Kumaris. Às 9h, a Associação Que Ladeira é Essa e o coletivo Musas iniciaram a ocupação artística do festival com o bate-papo seguido de atividades de defesa pessoal do “Defesas Quilombolas”.

A movimentação apresentou ainda uma mostra expositiva do trabalho desses coletivos que ficou aberta à visitação nos dois dias. Dando espaço a criadores e artesãos, as feiras iniciaram suas atividades às 10h, tanto no sábado quanto no domingo. No Trocadilho, o público teve a oportunidade de trocar entre si, de forma aberta e livre, produtos diversos. Já o Mercadilho destacou a atividade produtiva nos setores das artes visuais, moda, design e decoração, tendo como premissas o consumo consciente e a sustentabilidade, com produtos feitos a partir de materiais mais naturais, de reuso e, alguns, biodegradáveis.

Também na manhã de sábado, às 10h30, o coletivo Musas ministrou uma oficina prática aberta ao público de construção de bonecos e objetos em grandes dimensões a partir de material reciclado e técnicas de grafite. A gastronomia urbana esteve presente nos foodtrucks que começam a oferecer seus produtos a partir das 12h, quando também tem início a discotecagem do coletivo Tropical Baiana. Às 14h, a comunidade do Solar do Unhão apresentou o Sarau do Gheto, performance com poetas e escritores locais.

No domingo (9), a programação teve início novamente às 8h com prática de yoga corporal oferecida pela professora Carla Dantas, que há três anos desenvolve o projeto gratuita “Amanhecer com Yoga” em Salvador. Em seguida, junto com o início das feiras, às 10h, o Grupo Canela Fina realizou um Piquenique Musical com contação de histórias e inteiramente dedicado às crianças. Depois da gastronomia com os foodtrucks e da Vitrolagem com Tropical Baiana, o coletivo Sociedade da Prensa realiza a oficina Ateliê de Impressos. Já às 15h30, o coletivo Lugar de Gigantes realizou a última oficina do dia, dedicada à manipulação de bonecos gigantes, que desfilam, em seguida, em um mini cortejo.

Ocupação até maio – O Festival Caymmi de Música vai ocupar espaços públicos de diferentes bairros de Salvador. Serão quatro finais de semanas com shows protagonizados por novos artistas baianos – todos concorrentes ao Prêmio Caymmi de Música. Além disso, o festival ainda se diferencia pela busca em levar a multiplicidade dos movimentos urbanos de Salvador para junto do grande público. Além de passar pelo Passeio Público, ainda em abril o evento vai passar também pelo Subúrbio Ferroviário, nos dias 29 e 30, movimentando a Praça São Brás, em Plataforma. Em maio, o Festival Caymmi chega a Itapuã (dias 13 e 14), ocupando a Praça Vinicius de Moraes e, por último, movimenta o Parque da Cidade, nos dias 27 e 28.

Fonte: Secom

 


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


Sobre Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia

Veja Tambem

Marta se reúne com secretário municipal da Saúde

Atendendo a uma demanda dos movimentos sociais da população em situação de rua, a vereadora ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.