Home / Economia / Ministro do Trabalho diz que reforma trabalhista pode tirar 45 milhões da informalidade

Ministro do Trabalho diz que reforma trabalhista pode tirar 45 milhões da informalidade

Crédito: Valter Campanato/Agência Brasil

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, disse nesta terca-feira (28) que o Brasil tem cerca de 45 milhões de pessoas que trabalham na informalidade e que a expectativa é que eles passem a ter contratos de trabalho formais, com a entrada em vigor da nova legislação trabalhista, no último dia 11 de novembro.

A reforma trabalhista regulamentou modalidades de trabalho como teletrabalho, jornada parcial e trabalho intermitente, quando o trabalhador tem mais de um contrato de trabalho e recebe por hora ou dia trabalhado.

Conforme o ministro, a “a legislação não subtraiu nenhum direito”, e trará para a formalidade  trabalhadores que ofereciam essa modalidade de serviço mas não tinham nenhum direito trabalhista.

Entretanto, a reforma trabalhista trouxe a possibilidade de o empregado receber valor mensal inferior ao salário mínimo, tema que está sendo questionado no Supremo Tribunal Federal em uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5806, que alega violação ao direito ao salário mínimo e grave flexibilização do princípio protetor, que rege do direito do trabalho.

Informações extraídas da Tribuna da Bahia On Line

 


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


Sobre Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia

Veja Tambem

Ocupação hoteleira para o período do Réveillon tem crescimento de 30%

Entre os meses de novembro e dezembro de 2017, a rede hoteleira de Salvador registrou ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.