Home / Economia / Prefeitura e governo do Estado assinam TAC para definir integração de ônibus e metrô com tarifa única

Prefeitura e governo do Estado assinam TAC para definir integração de ônibus e metrô com tarifa única

Crédito: Jefferson Peixoto/Secom/PMS

O passageiro que pegar um ônibus metropolitano, o metrô e um ônibus urbano de Salvador pagará a tarifa de R$ 3,60 a partir da assinatura de documento entre governo e prefeitura, prevista para a próxima semana.

Com a alteração, os coletivos metropolitanos terão rotas interrompidas na entrada da cidade, nos terminais de integração do metrô. Cerca de 600 mil pessoas usam esses veículos por dia.

R$ 3,60

É o valor da passagem que será paga para usar os ônibus metropolitanos, urbanos e o metrô de forma integrada.

O anúncio da nova etapa da integração metrô-ônibus foi feita, nesta segunda, pelas gestões municipal e estadual depois de reunião no Ministério Público do Estado, no CAB.

Desde a semana passada, o passageiro que pega um ônibus urbano em Salvador, o metrô e até outro coletivo em até duas horas com o SalvadorCard, paga o preço de uma passagem (R$ 3,60).

O documento que será assinado por governo e prefeitura é um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) e vai abrir um estudo para revisão dos custos dos sistemas de transporte envolvidos na integração.

A partir dele, serão definidos o preço da tarifa de integração e a divisão do repasse desse valor entre os sistemas. O levantamento será realizado pelo estado com supervisão do município.

“A gente não pode falar se [o preço da tarifa] vai mudar, porque isso depende dos estudos. Pode aumentar e pode diminuir”, afirma a promotora Rita Tourinho, que media as negociações.

Governo e prefeitura negam, no entanto, que o preço pago pelo usuário pode mudar. No TAC, que dá início aos estudos, também deverá constar a suspensão da outorga onerosa às empresas de ônibus urbanos até o final do estudo.

Viabilidade

Para que haja a integração dos ônibus metropolitanos e urbanos por meio do metrô, a prefeitura pede que o estado desonere o ICMS sobre o combustível dos coletivos urbanos. Para a prefeitura, o valor da tarifa repassado ao sistema rodoviário não compensa o aumento que haverá no volume de passageiros dos ônibus.

Da tarifa de integração dentro do município, estabelecida em R$ 3,60, R$ 1,42 vão para as empresas de ônibus urbanos e R$ 2,18, para a administradora do metrô.

Se a viagem incluir dois coletivos, a divisão muda para R$ 2,84 para o sistema rodoviário e R$ 0,76 para o metroviário. Para o governo, o repasse é justo. “A divisão real de dinheiro é de 50% para cada sistema porque uma parte dos passageiros pega ônibus, metrô e ônibus”, afirma o chefe da Casa Civil, Bruno Dauster.

O representante das empresas de coletivos, Orlando Santos, rebateu a conta do secretário: “No último mês, somente 32% das viagens da integração foram feitas com dois ônibus”. Por isso, diz Santos, a existência desse modelo de integração com dois coletivos não equilibra o repasse aos sistemas.

A proposta inicial da prefeitura era que a divisão fosse de R$ 1,80 por tarifa para cada modal, mas, com a negativa do estado, a prefeitura passou a pedir o desconto do ICMS. “Para a integração dos metropolitanos [via metrô], precisamos dessa desoneração”, disse o secretário de Mobilidade Urbana, Fábio Mota.

O chefe da Casa Civil sinalizou que o estado deve conceder a desoneração e prometeu desconto ainda maior, caso o sistema de ônibus de Salvador renove toda a frota com coletivos com wi-fi e ar-condicionado.

Renovação

Conforme o secretário municipal, a previsão é de que 300 ônibus dos 2.600 que circulam em Salvador sejam trocados por veículos com ar-condicionado até 2018. De acordo com Mota, as empresas de ônibus devem enviar um cronograma de renovação de frota à prefeitura em até 30 dias.

Na semana passada, o governo anunciou que a frota de ônibus metropolitanos será renovada, com 650 coletivos com wi-fi e ar-condicionado, que devem operar a partir de 2018.

Fonte: A TARDE On Line

 


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


Sobre Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia

Veja Tambem

Prefeitura apreende alimentos vencidos de ambulantes irregulares

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) apreendeu alimentos perecíveis irregulares durante uma fiscalização na ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.