Home / Destaques / ACM Neto: “governo do PT quebrou a economia e as consequências em Salvador são dramáticas”

ACM Neto: “governo do PT quebrou a economia e as consequências em Salvador são dramáticas”

prefeito-acm-neto-salvador-vereador-leo-prates

Em entrevista à TV Bahia, o prefeito de Salvador, ACM Neto aponta não se preocupar com as críticas da oposição nestas eleições pois “quem me defende é o povo de Salvador”.

Questionado sobre desafios para os próximos 4 anos, ACM Neto apontou procurar se aperfeiçoar sempre e lembrou ter cumprido todos os compromissos de campanha. “As pessoas se lembram de Salvador em 2012. As pessoas hoje acreditam na prefeitura enxergando compromisso, trabalho e seriedade. Procuro ouvir as pessoas para melhorar o nosso trabalho”.

Um dos programas para os próximos 4 anos de governo municipal visa melhorar os índices trabalhistas na capital mesmo sabendo que hoje o país convive com mais de 12 milhões de desempregados. “O governo do PT no Brasil quebrou a economia e as consequências são dramáticas no país inteiro. Salvador acompanha a dinâmica da Bahia. Se não fosse o nosso trabalho a coisa seria pior em Salvador. Criamos 50 mil empregos com a intervenção direta da prefeitura. Mesmo assim queremos aporximar emprego a moradia aproximando as áreas mais pobres de Salvador com base de incentivos fiscais a empresas que se instalarem nessas áreas. O foco são áreas próximas à BR 324 e Subúrbio de Salvador”.


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes é CEO da TV Servidor / Axé Notícias. Formado em publicidade. Estou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e publicidade estratégica na Uninassau

Check Also

Brasil vence a Costa Rica no sufoco e consegue primeira vitória na Copa do Mundo

O Brasil venceu a Costa Rica por 2 a 0 nesta sexta-feira (22), no estádio ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.