Principal / Destaques / ACM Neto recusa apoio político de Marcos Medrado e diz que não interfere em destino de Tia Eron

ACM Neto recusa apoio político de Marcos Medrado e diz que não interfere em destino de Tia Eron

Crédito: Reprodução/Site Voz da Bahia

Em coletiva de imprensa no camarote da prefeitura no Campo Grande na segunda-feira (27), o prefeito ACM Neto (DEM) analisa soluções para resolver o imbróglio que envolve a Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps) com uma possível desistência da deputada federal Tia Eron (PRB) em assumir a pasta.

O prefeito não contou qual será o destino da secretaria, hoje na cota do PRB. A única informação que adiantou foi fim das articulações com o superintendente do Procon, Marcos Medrado (PR), eleito deputado federal suplente com direito a assumir vaga disponível por Tia Eron em Brasília.

Mesmo sendo aliado do governador Rui Costa (PT), virtual adversário de ACM Neto em 2018, o nome de Medrado teria sido cogitado para assumir o mandato e aderir à base de Neto.

Para minimizar qualquer especulação, o prefeito declarou em entrevista no camarote oficial da prefeitura, no Campo Grande, que não há mais conversa com o ex-deputado.

“Eu não quero ter nenhum tipo de acordo político com Marcos Medrado. Não faço nenhuma questão de ter o apoio dele”, disse o prefeito. Neto adiantou que assim que terminar o Carnaval irá se debruçar para resolver a questão da Semps.

Pessoa próxima ligada a Marcos Medrado, que pediu o anonimato, confirmou que as conversas se esgotaram. “Eles (pessoas ligadas ao prefeito) querem que Medrado mude de lado, e ele não vai fazer isso”.

Medrado foi enfático ao afirmar:  “Nenhuma possibilidade de eu mudar de lado. Não recebi convite nem aceitaria se recebesse”. O convite teria sido feito pelo vice-prefeito Bruno Reis e pelo chefe de gabinete do prefeito, João Roma (PRB).

Imbróglio

A secretaria que já foi ocupada por Bruno Reis (PMDB), hoje o vice de Neto, vive um imbróglio no comando do pasta. Indicada para o cargo no acordo com o PRB em apoio a reeleição de ACM Neto, a deputada Tia Eron se licenciou do mandato e assumiu a Semps, no dia primeiro de janeiro.

Após trinta dias, a secretária foi exonerada do cargo para poder reassumir o mandato de deputada federal e garantir, no dia seguinte, voto à eleição de Rodrigo Maia (PMDB-RJ) para a presidência da Câmara dos Deputados onde Tia Eron permanece até hoje.

Até enquanto não resolver a questão, ACM Neto informou que a Semps vem sendo administrada pelo sub-secretário Átila Brandão Filho, que, conforme o prefeito,  já fazia parte da equipe de colaboradores da prefeitura e vem tocando a secretaria no momento.  Mas a deputada tia Eron tem mantido “reuniões” regulares na Semps.

Há cerca de dez dias, Tia Eron postou em seu Instagram uma foto e o seguinte texto: “Hoje em reunião na Semps com o Comcar, Conselho Municipal de Carnaval, presidente da Associação dos vendedores ambulantes, presidente da Associação das Barracas e a diretora de Proteção Social Especial da Semps, Juliana Portela”.

Fonte: A TARDE

Sobre Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia com foco em pautas políticas regionais

Leia também!

Salvador tem investimento recorde em assistência farmacêutica

Um dos pilares do SUS é viabilizar para população os cuidados necessários para promoção e ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *