fbpx
Principal / Destaques / ACM Neto: ‘vou trabalhar para que João Gualberto e José Ronaldo possam estar juntos no mesmo palanque’

ACM Neto: ‘vou trabalhar para que João Gualberto e José Ronaldo possam estar juntos no mesmo palanque’

Nas discussões e especulações em torno da unidade das oposições, na possibilidade de haver ‘chapão’ com os deputados estaduais e federais e o apoio do MDB à Jose Ronaldo, o prefeito ACM Neto declarou que vai atuar nos bastidores para trabalhar na configuração e composição da chapa majoritária.

Na tentativa de convencer o PSDB em abrir mão de candidatura própria para apoiar José Ronaldo e consolidar a unidade das oposições, ACM Neto disse que só quem pode decidir pelo partido tucano é o próprio João Gualberto. “Ele tem o direito legítimo de se colocar como pré-candidato, mas todo trabalho que eu vou fazer será no sentido de aglutinar e de agregar as duas pré-candidaturas no nosso campo político, de maneira que João Gualberto e José Ronaldo possam estar juntos no mesmo palanque, mas essa decisão não cabe a mim, cabe ao PSDB”, disse Neto.

Da mesma forma que não respondeu ou especulou sobre decisão de unidade das oposições pelos demais partidos da base, ACM Neto evitou comentar sobre o desenho da configuração das coligações. “Nós ainda temos tempo. As convenções partidárias vão acontecer no dia 20 de julho até 5 de agosto. É muita coisa pela frente pra acontecer. É muito tempo pra ficar especulando. Quando a gente especula, a tensão só faz aumentar. Aí, os partidos começam a ficar inquietos. Acho que a melhor coisa é trabalhar nos bastidores, agir com cautela e com a devida compreensão do tempo que ainda falta para tudo acontecer e depois na hora que as decisões tiverem maduras, elas serão firmadas e anunciadas”, disse.

Indagado sobre o desejo de José Ronaldo em ter o apoio do MDB, Neto evitou comentar e se limitou em dizer que a decisão é única e exclusivamente do candidato feirense. “Quando eu decidi não ser candidato a governador e decidimos pela pré-candidatura de José Ronaldo,  a decisão e a palavra final sobre quem pode ou não coligar ou apoiar é dele. A responsabilidade principal é dele. As minhas opiniões, todos conhecem e já foram dadas no momento oportuno, mas estou aqui para apoiar e respeitar a decisão que José Ronaldo tomar sobre as coligações”, comenta.

Diante do resultado das pesquisas de intenção de voto sobre Rodrigo Maia à presidência da República, o presidente nacional do Democratas afirmou que a candidatura de Maia não vai ser decidida por pesquisas, mas na esfera política. “Ninguém tem a esperança de que daqui até as convenções haja um milagre nas pesquisas, porque as pesquisas retratam o momento de agora que vai passar por muitas mudanças até o momento da eleição. A candidatura de Rodrigo vai ser muito mais decidida e discutida no campo da política com o apoio dos partidos que podem estar conosco e nos acompanhar nessa caminhada”, acredita Neto.

Por fim, o prefeito antecipou que vai anunciar o novo secretariado na próxima segunda-feira (7). “Estou acabando de fazer algumas conversas. Eu diria que 90% das peças já estão definidas”, finaliza.

Mathias Jaimes e Rafael Santana

 

Sobre Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia com foco em pautas políticas regionais

Leia também!

Soteropolitanos festejam a chegada do Fogo Simbólico a Pirajá

As celebrações pela Independência do Brasil na Bahia tiveram início na capital baiana na tarde ...