Home / Destaques / Alan Sanches pede ao petista Rui Costa explicações sobre suposta compra de respiradores em empresa fantasma da China comunista: “irresponsabilidade e amadorismo”

Alan Sanches pede ao petista Rui Costa explicações sobre suposta compra de respiradores em empresa fantasma da China comunista: “irresponsabilidade e amadorismo”

O deputado estadual Alan Sanches (Democratas) pediu nesta terça-feira (12) explicações ao governo do estado sobre as declarações dadas pelo presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China, Charles Andrew Tang, de que a Bahia teria comprado respiradores de uma empresa fantasma em Los Angeles. No total, o Executivo teria pago R$ 49 milhões para a compra de 600 aparelhos, fundamentais para salvar vidas neste momento de combate ao coronavírus.

Em entrevista à imprensa publicada nesta segunda-feira (11), Tang disse que no endereço da empresa “tem uma casinha, um boutiquezinho pintado de preto, roxo, amarelo” e ainda afirmou que “governo da Bahia perdeu esse dinheiro, porque comprou de uma empresa que não existe, uma empresa fantasma”.

Segundo Sanches, caso esta versão seja confirmado, a situação é grave. “O governo do estado precisa se explicar quando a estas declarações. Se o governo pagou de fato estes R$ 49 milhões a uma empresa fantasma, a situação tem que ser esclarecidas ao povo da Bahia. Temos que correr, lógico, mas com muita responsabilidade e cautela, ainda mais envolvendo uma quantia volumosa como essa. Na mesma rapidez que o governador responde ao presidente da República ele deveria explicar o que aconteceu ao povo da Bahia”, afirmou.

O deputado ainda questiona os requisitos adotados pelo governo para comprar os respiradores. “Não se pesquisou o histórico da empresa? Essa história precisa ser devidamente esclarecida, em respeito ao povo da Bahia, que tem sofrido com as consequências da pandemia, e por estarmos falando de um volume muito significativo de recursos. Se isso for confirmado, beira a irresponsabilidade, o amadorismo, um governo de um estado tamanho da Bahia passar por um vexame desse. É lastimável.”, frisou.

Sanches ainda acredita ser necessária a intervenção do Ministério Público estadual (MP-BA) e do Tribunal de Contas do Estado (TCE). “Tudo precisa ser apurado e explicado”, ressaltou ue no endereço da empresa “tem uma casinha, um boutiquezinho pintado de preto, roxo, amarelo” e ainda afirmou que “governo da Bahia perdeu esse dinheiro, porque comprou de uma empresa que não existe, uma empresa fantasma”.

Segundo Sanches, caso esta versão seja confirmado, a situação é grave. “O governo do estado precisa se explicar quando a estas declarações. Se o governo pagou de fato estes R$ 49 milhões a uma empresa fantasma, a situação tem que ser esclarecidas ao povo da Bahia. Temos que correr, lógico, mas com muita responsabilidade e cautela, ainda mais envolvendo uma quantia volumosa como essa. Na mesma rapidez que o governador responde ao presidente da República ele deveria explicar o que aconteceu ao povo da Bahia”, afirmou.

O deputado ainda questiona os requisitos adotados pelo governo para comprar os respiradores. “Não se pesquisou o histórico da empresa? Essa história precisa ser devidamente esclarecida, em respeito ao povo da Bahia, que tem sofrido com as consequências da pandemia, e por estarmos falando de um volume muito significativo de recursos. Se isso for confirmado, beira a irresponsabilidade, o amadorismo, um governo de um estado tamanho da Bahia passar por um vexame desse. É lastimável.”, frisou.

Sanches ainda acredita ser necessária a intervenção do Ministério Público estadual (MP-BA) e do Tribunal de Contas do Estado (TCE). “Tudo precisa ser apurado e explicado”, ressaltou.


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes é CEO da TV Servidor / Axé Notícias. Formado em publicidade. Estou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e publicidade estratégica na Uninassau

Check Also

São João antecipado tem 75 interdições em bairros

No feriado antecipado de São João, ocorrido na segunda-feira (25), a Prefeitura realizou mais de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.