Principal / Cultura / Alexandre Aleluia parabeniza Mário Frias pela solução do case Cinemateca: “finalmente temos uma gestão preocupada com a coisa pública”

Alexandre Aleluia parabeniza Mário Frias pela solução do case Cinemateca: “finalmente temos uma gestão preocupada com a coisa pública”

Instagram

A cinemateca brasileira foi o primeiro compromisso oficial do então recém-empossado ministro da Cultura, Mário Frias. Na ocasião, Frias requisitou as chaves da Organização Não Governamental que a geria e, na sequencia, realizou um novo chamamento público. “A cinemateca era gerida por uma Organização Social cujo contrato de gestão foi encerrado em dezembro de 2019. Com isso a União não podia enviar para manutenção da Cinemateca, situação que desencadeou junto com a pandemia a paralisação dos seus serviços”, disse Frias.

A equipe do ministro entendeu que a solução era retomar a sua administração. Os trabalhos foram iniciados em sete de agosto deste ano de restruturação.

Um dos maiores entusiastas da gestão Mário Frias na Cultura, o bolsonarista Alexandre Aleluia comemorou a decisão do ministro em redes sociais. “A verdade é que finalmente temos uma gestão na Cultura preocupada com a coisa pública. O feudo cultural (e seus senhores) não vai encontrar mamata dentro da gestão do Mário Frias”, disse.

Cinemateca brasileira – Presente na estrutura do MinC desde 1984, a Cinemateca Brasileira é a mais antiga instituição de cinema do País, responsável pela preservação do maior acervo audiovisual da América Latina. Além disso, exerce atividades de restauro e preservação da produção cinematográfica nacional, cujo acervo conta com cerca de 245 mil rolos de filmes, entre longas, curtas e cinejornais. Ainda compõem o patrimônio da entidade cerca de um milhão de documentos relacionados à área do audiovisual, como livros, roteiros, periódicos, recortes de imprensa, documentos pessoais doados, cartazes, fotografias e desenhos.

Assista ao tape

Sobre Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes ( DRT 5674 Ba ) , é CEO do site #TVServidor e sócio-proprietário da agência de comunicação interativa #TVS1 . Formado em publicidade na Argentina. Estudou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e comunicação estratégica na Uninassau. Aluno do professor Olavo de Carvalho, Curso Online de Filosofia, desde 2015.

Leia também!

Bruno Reis deve dispensar 50% do secretariado de Neto, aponta Jornal

A coluna Satélite do Correio da Bahia cravou que o prefeito eleito Bruno Reis deve ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *