Principal / Breaking News / Aristides Maltez recebe projeto Leiturinhas no Hospital

Aristides Maltez recebe projeto Leiturinhas no Hospital

Nesta quinta-feira (25), 8h, o Hospital Aristides Maltez (HAM) recebe a inauguração de um novo espaço de leitura na brinquedoteca localizada no serviço de Oncologia Pediátrica da unidade hospitalar. O espaço é fruto do projeto Leiturinhas no Hospital e conta com um acervo de 850 novos livros entre romances, quadrinhos, contos e títulos infantojuvenis de grandes editoras brasileiras, além de 60 jogos e brinquedos educativos. A implantação do espaço de leitura é uma realização da CEC Brasil com patrocínio da Bayer via Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria Especial de Cultura.



O projeto vai contemplar os cerca de 40 pacientes em ambulatório e 18 pacientes internados, entre 0 e 18 anos, que frequentam o prédio diariamente para tratamento oncológico, além dos pacientes internados na Oncopediatria do HAM. A iniciativa consistiu na revitalização do ambiente com pinturas e aquisição de mesas e cadeiras de leituras, livros, ambientação lúdica e acessibilidade para acolhimento de pacientes e famílias. Essa é a terceira entrega do projeto Leiturinha do Hospital em 2021, sendo os demais espaços inaugurados no Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira – IMIP, em Recife, e no Hospital de Oncologia de Uberlândia, em Minas Gerais.

Dra. Maria Romilda Maltez, 1ª vice-presidente da Liga Bahiana Contra o Câncer (LBCC), mantenedora do HAM, agradece a iniciativa.

“Estamos muito felizes e gratos pela criação deste ambiente cultural mágico de leitura na brinquedoteca da Oncopediatria do HAM. Um belo e nobre projeto de beleza, leveza e amor, que permitirá que as crianças e os adolescentes assistidos possam amenizar as suas dificuldades e ampliar os seus horizontes de conhecimento e de sonhos. Nossos profundos agradecimentos e nosso compromisso de bem cuidar das flores que estão sendo ora plantadas” .

Para Kaline Vânia, sócia da CEC Brasil, “humanizar os hospitais públicos é uma proposta importante para melhoria da qualidade de pacientes de longa duração. No caso de crianças, a criação de estratégias como forma de atenuar o processo de hospitalização decorrente do estresse e ansiedade devido à doença, além do sofrimento físico, procedimentos médicos e rotina hospitalar desgastante, torna-se de fundamental relevância”.

Além da doação de livros e ambientação do espaço, o Leiturinhas no Hospital conta com capacitações em formato online para funcionários do hospital e voluntários sobre a mediação de leituras em hospitais e utilização do espaço (3 horas), contação de histórias e alfabetização (30 horas). A utilização do espaço segue todos os protocolos de segurança e distanciamento social durante a pandemia da Covid-19.

Foto: Agência Brasil

O projeto Leiturinhas no Hospital nasceu com a missão de humanizar as relações no ambiente hospitalar, promovendo a leitura e o bem-estar dos pacientes de hospitais públicos, por meio do acesso a um espaço de entretenimento e conhecimento. O projeto pretende, por meio da ludicidade e dos livros, gerar conforto e segurança assistencial aos pacientes e seus acompanhantes, funcionando como espaço integrativo e saudável que estimula a criatividade e o conhecimento.

 

 

 



Sobre Clara

Estudante de Letras, Clara Paixão auxiliou diversos autores conservadores em Recife e Carpina (PE). Amante da Liberdade, Clara entende que são preceitos básicos: direito irrestrito ao projeto de vida do próximo, direito à propriedade privada e livre mercado.

Leia também!

Campanha da Guarda Municipal arrecada alimentos até dia 20

Para auxiliar as famílias soteropolitanas em situação de pobreza, a Guarda Civil Municipal (GCM) deu ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *