Home / Destaques / “As pessoas ficarão cada vez mais próximas dos mandatos. Acho que essa será a diferença”, diz Alexandre Aleluia à Tribuna

“As pessoas ficarão cada vez mais próximas dos mandatos. Acho que essa será a diferença”, diz Alexandre Aleluia à Tribuna

alexandre-aleluia-dem-democratas-demista-camara-municipal-de-salvador-prefeitura-de-salvador-bahia

Do alto da sua juventude, o novo vereador eleito Alexandre Aleluia (DEM) é uma das apostas do partido como parlamentar mais jovem na Câmara de Vereadores de Salvador a partir de janeiro de 2017.

A campanha de Alexandre Aleluia esteve focada nas redes sociais e no corpo a corpo nas ruas dos bairros e comunidades de Salvador, regiões onde concentraram seus votos. No dia 2 de outubro, o candidato conseguiu cativar surpreendentes 8.941 votos, suficientes para consagrar sua eleição. O mais jovem vereador eleito a ocupar uma das 43 cadeiras do Câmara fala, entre outros assuntos, sobre a experiência político-eleitoral e os desafios no legislativo municipal.

Como o senhor viu o resultado das eleições deste ano?

Alexandre Aleluia – Foi uma eleição diferente. Tivemos uma nova forma de fazer campanha, com regras diferentes. Todo mundo teve que se adaptar. Eu procurei ser rápido e expor minhas ideias na campanha. Como eu fiz isso? Procurei ser transparente.

Como era pouco tempo, 45 dias, a gente tinha que chegar no eleitor de uma forma rápida. Não podia tangenciar as ideias.

Então, procurei deixar tudo muito claro, trabalhar com transparência e mostrar realmente minhas ideias. Acho que essa foi a diferença na minha campanha. Procurei fazer minha campanha de uma forma que eu chegasse rápido ao eleitor.

Qual a sua expectativa de atuação na Câmara?

Aleluia – Nessa eleição os resultados foram diferentes. Tivemos vereadores eleitos com uma votação expressiva. São vereadores com legitimidade.

Tivemos eleitos com mais de 10 mil votos, 12 mil votos, 15 mil votos, até 18 mil votos. Então, a partir do momento que a gente tem muita legitimidade, a gente também tem muita cobrança, então eu acho que as pessoas ficarão cada vez mais próximas dos mandatos. Acho que essa será a diferença.

E o que será prioridade no seu mandato?

Aleluia – Eu tenho falado muito sobre o que a gente vê e o que a gente não vê. É importante defender as estruturas, fiscalizar o Executivo.

É importante que a gente tenha ações novas. Mas é importante também defender o que a gente não vê. São valores. Qualidade na educação. Então são coisas que a gente não consegue realmente visualizar. As pessoas sentem, as famílias sentem. Acho que é isso que vou procurar fazer.

Como vai se dar essa relação com seu eleitorado?

Aleluia – Tenho trabalhado muito as redes sociais. Então meu acesso passa a ser muito fácil. Desde as eleições de 2014 muita coisa mudou na política, e a rede social assumiu uma importância muito grande.

Eu tenho realmente uma rede social muito engajada, muito forte. Tenho certeza de que eu vou ter uma relação próxima e no tempo. As pessoas poderão cobrar de forma imediata.

Essa será a diferença. Essa será a forma que eu vou procurar trabalhar. Lógico que vamos nas comunidades. Nada substitui isso. Então, vou trabalhar para acompanhar de perto o que acontece na vida das pessoas.

Como o senhor avalia a gestão de ACM Neto?

Aleluia – O prefeito ACM Neto fez uma gestão de austeridade fiscal. Essa é a grande diferença que a gente vê hoje no jogo político. Diante da queda de arrecadação que a gente tem em todas as esferas de poder, o gestor que trabalhou com austeridade nos últimos anos certamente tem se sobressaído.

Isso acontece aqui na gestão de Salvador. O prefeito profissionalizou a forma de gerir e trabalhar com a máquina pública, de maneira profissional mesmo.

Ele tem uma aprovação extraordinária, com uma gestão realmente muito boa. Não é à toa que ele ganhou a eleição com 74% dos votos. Isso não é comum de ver. Mesmo com a classe política desgastada como a gente vê hoje, ter uma votação dessa é realmente uma coisa diferente.

Qual o principal erro e o principal acerto do prefeito?

Aleluia – O principal acerto foi ele ter arrumado a casa. Ele deixou as contas realmente equilibradas, e as pessoas passaram a acreditar em Salvador. E ele resgatou algo que também a gente já não via, o orgulho da cidade.

As pessoas passaram a ter orgulho de pertencer a uma terra. Isso a gente deve realmente levar em conta. Isso é importante, porque as pessoas só passam a cuidar de sua terra a partir do momento que elas têm orgulho.

Ele conseguiu resgatar isso. Não consigo achar um erro, mas acredito que muita coisa tem que melhorar ainda. É um processo contínuo. Realmente ele vai continuar nesse processo. Existem prioridades. O prefeito procurou ter prioridades. Acredito que ele vai continuar nesse processo.

De todas as carências da cidade, o que deve ser prioridade para o prefeito no próximo mandato?

Aleluia – Na campanha saiu um dado muito importante, que mostrou que a qualidade do ensino de Salvador cresceu muito no ranking do Ideb. Salvador se saiu bem, apesar de a Bahia ter caído muito nos últimos anos.

Esse é um problema do qual eu tenho falado muito: qualidade de ensino. É importante a gente universalizar o ensino. Ter muitas escolas é importante.

Mas, mais importante é ter educação de qualidade. Então eu acredito que o prefeito vá muito por essa linha. Ele tem procurado até viajar, foi recentemente com o secretário de educação ver experiências e ensino em outros lugares, como nos Estados Unidos (da América). Acredito que essa será uma das bandeiras nos próximos anos. Acho que ele vai procurar melhorar a qualidade do ensino.

Como foi sua campanha no quesito arrecadação?

Aleluia – Nessa última eleição a doação só pôde ser feita por pessoa física. Minha campanha foi muito transparente. Eu tive arrecadação via fundo partidário, tive de amigos pessoas físicas, de pessoas que realmente pensavam de forma parecida com a minha.

Eu tenho uma pauta muito clara, ideias muito claras. Minha posição de defender a família, de defender nossos valores cristãos, nossas ideias de civilização.

Muita gente se identifica com isso. Às vezes as pessoas acham que não tem esse eleitorado. Mas a maioria das pessoas realmente pensa assim. Não foi fácil, mas também não foi algo impossível.

Como vê a antecipação do processo de escolha do novo presidente da Câmara?

Aleluia – Ainda estou vendo como funciona, estou ainda conversando com as pessoas, estou conhecendo o processo. Eu acho algo muito interessante realmente, ver esse fervor.

Eu não conhecia. É meu primeiro mandato, estou começando a vida pública. Acho que eu tenho muito que aprender. Está muito gostoso de presenciar isso. Mas por enquanto estou conhecendo as pessoas.

Foto: Reprodução/TV Servidor


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia

Check Also

Festival da Primavera terá apresentação de kart neste domingo (22)

Quem gosta de adrenalina e diversão vai poder conferir uma exibição de kart neste domingo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.