Home / Política / Câmara dá destaque à luta contra a Aids em sessão especial

Câmara dá destaque à luta contra a Aids em sessão especial

Crédito: Reginaldo Ipê/Secom/CMS

Os desafios da conscientização e a luta para a manutenção de políticas que garantam os direitos dos portadores do HIV/Aids marcaram os debates da sessão especial do Dia Internacional de Luta contra a Aids, instituído em 1º de dezembro, e comemorado na manhã desta quarta-feira (13) na Câmara Municipal de Salvador. A atividade aconteceu no Plenário Cosme de Farias e foi presidida pela vereadora Marta Rodrigues (PT).

Marta destacou que sessões como esta reforçam a necessidade de impedir retrocessos nas políticas públicas de combate à doença. Em seu discurso, a vereadora apontou também que projetos como o Escola sem Partido prejudicam a conscientização entre os jovens. “Quando se proíbe os professores de falarem sobre temas como a sexualidade em sala de aula deixamos de abordar um tema importante em uma idade crucial”, pontuou a parlamentar.

Na Bahia, conforme dados da Coordenação Estadual IST/Aids, de 1984 a outubro de 2017 foram notificados 31.195 casos de Aids. Os registros de HIV, de 2007 a 2017, foram de 9.603 casos. O consultor do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (UNAIDS), Javier Angonoa, afirmou que houve um avanço muito grande no número de notificados com a doença, óbitos e internamentos.

“No Couto Maia, 80% dos leitos estão ocupados com pacientes com Aids. Isso não deveria estar ocorrendo, pois hoje temos a distribuição de medicamento para conter a doença e testagem descentralizada, mas notamos uma falta de conscientização para a procura do diagnóstico e tratamento”, afirma o consultor.

Javier Angonoa disse ainda que é preciso mudar a forma de abordagem aos jovens para ampliar a prevenção. “Precisamos voltar a falar com os mais novos, mas de forma diferenciada. Hoje há novas formas de se encontrar um parceiro, por meio de aplicativos e redes sociais, e nós não podemos continuar distribuindo camisinhas em postos fixos”, reflete o consultor.

“Os casos têm aumentado porque os jovens acreditam que com o advento do tratamento não é mais necessário prevenir. Nós buscamos fazer um trabalho de educação sexual, mas temos nos deparado com a falta de conscientização”, pontua a coordenadora do Movimento Nacional das Cidadãs Positivas da Bahia, Sonara Guimarães.
Reflexão.

“É importante trazer para um espaço como a Câmara a avaliação do nosso ano. Tivemos a retração da receita de financiamento de projetos de prevenção e o desabastecimento de medicamentos retrovirais. Aliado a isso, temos projetos como o da Escola sem Partido que retira um espaço que sempre foi de conscientização e debate sobre as DST’s”, pontuou a coordenadora do Grupo de Apoio à Prevenção da Aids (Gapa), Gladys Almeida.

As ações em andamento no estado e município foram apresentadas pelas coordenadoras dos programas. “A política estadual tem foco na descentralização do diagnóstico e dispensadores de medicamentos, com 39 unidades em todo estado. Somente em junho deste ano realizamos mais de 20 mil testes no estado. Essa descentralização é difícil, mas estamos trabalhando desde 2011 para alcançar o patamar ideal e realizá-la em conjunto com o desenvolvimento de ações voltadas para o cuidado integral com o paciente”, destaca a coordenadora estadual de IST/Aids, Maria Aparecida Rodrigues.

A coordenadora municipal de Infecções Sexualmente Transmissíveis do Município, Helena Cristina Lima, afirmou que a Prefeitura realiza 490 testes por mês. A rede municipal conta com 117 unidades de saúde que oferecem testagem rápida para HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis.

A mesa da sessão especial contou também com a participação do representante da Rede Nacional dos Portadores de HIV/Aids, Marco Macedo, e da representante da Casa de apoio e Assistência ao Aidético (Caasah), Celeste Cardoso.

Fonte: Secom/CMS


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia

Check Also

Zé Ronaldo procura nomes para vice e Senado na majoritária; chapa será definida após consenso entre os partidos aliados

Com a negativa decisiva do vice-prefeito Bruno Reis (DEM) de concorrer à vice na chapa ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.