Home / Destaques / Câmara irá debater implantação da nova política de saúde mental e direito ao Passe Livre, nesta segunda (20)

Câmara irá debater implantação da nova política de saúde mental e direito ao Passe Livre, nesta segunda (20)

A implantação da nova política de saúde mental e direito ao Passe Livre para pessoas com transtornos mentais será tema de debate na próxima segunda-feira, 20, às 9h, no Centro Cultural da Câmara Municipal de Salvador. “Os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) precisam de reforço multidisciplinar, equipamentos e precisam dialogar com as unidades de saúde e hospitais”, ressaltou Cezar Leite.
O debate faz parte de uma série de ações da Comissão de Assistência Social e Direitos das Pessoas com Deficiência, presidida pelo vereador Cezar Leite para garantir benefícios na área de saúde mental. “ Estamos fazendo visitas, relatórios nas unidades, conhecendo de perto a realidade dos CAPS e das famílias para a implantação ser adequada e responder às demandas de todos”, pontuou.

O vereador Cezar Leite irá dividir a mesa com o deputado e membro da Comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), José de Arimatéia (PRB); o desembargador do Tribunal de Justiça da Bahia, Rilton Góes; a presidente da Associação e Apoio a Familiares, Amigos e Pessoas com Transtornos Mentais da Bahia (AFATOM-BA), Rejane Santos; o coordenador da Unidade de Gratuidade de Pessoas com Deficiência (UGPD), Gustavo Almeida; e, a presidente da Associação Psiquiátrica da Bahia (APB), Miriam Gorender.


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes é CEO da TV Servidor / Axé Notícias. Formado em publicidade. Estou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e publicidade estratégica na Uninassau

Check Also

Países usam incêndios para tentar prejudicar o Brasil, diz Bolsonaro

Os incêndios florestais na região amazônica podem ser usados para prejudicar o setor do agroneócio ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.