Home / Destaques / Centro de saúde do Arenoso retoma atendimento após requalificação

Centro de saúde do Arenoso retoma atendimento após requalificação

Crédito: Bruno Concha/Secom/PMS

Após seis meses fechado para requalificação da estrutura física, o Centro de Saúde Arenoso voltou a receber a população na sexta-feira (22), com atendimentos a 92 pessoas, sendo 50 para procedimentos de enfermagem – como aferição de pressão e curativos – e 42 para exames e consultas. Com a reforma, o local passou a atender as normas vigentes para funcionamento dos serviços de saúde.

O Centro de Saúde Arenoso fica na Rua direta do Arenoso, final de linha, ao lado da Creche Vovô Zezinho e da Igreja Católica. O posto, que funciona das 8h às 17h de segunda à sexta-feira (exceto feriados), tem capacidade para 9 mil atendimentos mensais. A ampliação proporcionou a climatização de todo prédio, além da implantação da acessibilidade para pessoas com deficiência.

Crédito: Bruno Concha/Secom/PMS

No local, são ofertadas consultas médicas, odontológicas e de enfermagem, vacinação, curativo, teste rápido para diagnóstico de hepatites, sífilis e HIV/Aids, bem como aferição da glicemia capilar e da pressão arterial. A estrutura também conta com coleta para exames laboratoriais, além de atender aos programas de planejamento familiar e pré-natal, dentre outros serviços da Atenção Básica.

Para garantir a qualidade e humanização, os colaboradores foram treinados e preparados para atender a população da localidade e adjacências através de um quadro clínico formado por três médicos, um cirurgião dentista, um enfermeiro, um técnico de enfermagem, além de profissionais de serviço social e administrativo.

Crédito: Bruno Concha/Secom/PMS

Para ter acesso às consultas médicas e odontológicas, os usuários devem realizar o agendamento prévio na recepção do posto, portando o cartão SUS e um documento oficial com foto. Os demais serviços funcionarão por demanda aberta e ordem de chegada.

Balanço – Os atendimentos da atenção básica na capital baiana, saltaram de 18%, em 2013, para 46% de soteropolitanos assistidos em 2017. O crescimento se deu por conta da ampliação da rede e também com a requalificação das unidades de saúde e contratação de novos profissionais. Esse ano, 13 unidades de saúde foram requalificadas e cinco construídas.

Nos últimos cinco anos, foram construídos ou requalificados 186 postos de saúde, entregues à população com farmácias, novos equipamentos e profissionais qualificados. Incluem-se aí a construção de oito Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), além da reforma da única UPA herdada da gestão anterior, no bairro de Periperi; a construção e reforma de 72 Unidades de Saúde da Família; a construção de quatro Multicentros e reforma de 41 Centros de Saúde.

Para ampliar a capacidade de atendimento, foram convocados cerca de 3.750 novos profissionais, alguns deles para compor as 146 novas equipes de saúde da família. Com isso, a rede de saúde do município, que antes contava com 104 equipes de Saúde da Família, passou a contar com 250, o que elevou o índice de cobertura de Programa de Saúde da Família (PSF) de 13% para 32.

Fonte: Secom/PMS

 


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia com foco em pautas políticas regionais

Check Also

MBL seria alvo do buscas em processo que prende suspeitos de lavar R$ 400 milhões; Polícia prende Luciano Ayan

Foram presos na manhã desta sexta-feira (10) Alessander Ferreira e Carlos Afonso, o “Luciano Ayan”. ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.