Home / Destaques / Cezar Leite critica “dialetos ‘secretos’ LGBT” na prova do ENEM

Cezar Leite critica “dialetos ‘secretos’ LGBT” na prova do ENEM

Em texto publicado em redes sociais, o vereador Cézar Leite teceu duras críticas à prova do ENEM.  Confira

“O ENEM descortinou, descaradamente, o caminho trilhado por nossos alunos na educação brasileira, ao utilizar dialetos “secretos” da comunidade LGBT como tema em sua prova, dando importância como novo modelo de linguagem e comunicação, e a cada dia preterindo autores clássicos da nossa literatura brasileira. Antes que iniciem o apedrejamento por suposta homofobia, aqui a discussão transcorre em base literária, esqueçam por um segundo a defesa “coletiva” do movimento.

Somos hoje uma soma das experiências do passado. Na literatura, da mesma forma.

Quem pôde ler, ou continua lendo, obras do Liberal Machado de Assis, do politizado João Ubaldo Ribeiro, os romances do comunista arrependido Jorge amado, as críticas do conservador Wilson Martins, vê as possibilidades de uma literatura rica, que mesmo considerando suas características ideológicas nos traz a beleza da estrutura da língua, o sentido da palavra, a diversidade das ideias, a partir sempre de uma base construída ao longo dos tempos, do estudo e da dedicação.

O relativismo moral e a ideia que o importante é comunicar, sem qualquer tipo de crítica a construção, unido a estratégia de esquecimento programado de nossos ícones da literatura, como exemplo a retirada de Monteiro Lobato da educação infantil, tem um único objetivo, reduzir a intelectualidade e a capacidade argumentativa do povo. Tornar nossa sociedade medíocre é o sonho da elite intelectual socialista e parte da política ultrapassada, isto lhes dá prazer.

Não somente prazer, mas um povo ignorante é dominado com maior facilidade pelo sistema, pelo estado. É um povo preso pela própria ignorância. Controle!

Negar o passado é negar nossa história. É negar anos de experiência literária em pensamentos conflitantes, poesias, poemas, crônicas, romances que construíram nossa base moral, social e da própria língua portuguesa.

Se fere a existência da minha língua, serei resistência em palavras.”


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes é CEO da TV Servidor / Axé Notícias. Formado em publicidade. Estou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e publicidade estratégica na Uninassau

Check Also

Gamil Föppel silencia Fabrício em debate que abordou questões básicas da advocacia

Em um dos momentos mais calorosos do debate realizado hoje à tarde na Rádio Metrópole ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.