Home / Destaques / Cezar Leite discute com pais e instituições sugestões de emendas à nova LOM que assegurem os direitos das pessoas com deficiência 

Cezar Leite discute com pais e instituições sugestões de emendas à nova LOM que assegurem os direitos das pessoas com deficiência 

Crédito: Reginaldo Ipê/Secom/CMS

Emendas à nova Lei Orgânica do Município (LOM) que garantam os direitos das pessoas com deficiência foram debatidas por um grupo de pais e representantes de instituições de apoio e assistência, na manhã desta quinta-feira (26), no Centro de Cultura da Câmara. A atividade foi dirigida pelo vereador Cezar Leite (PSDB), integrante da Comissão de Assistência Social e Direitos das Pessoas com Deficiência.

“No Brasil, 24% da população tem algum grau de deficiência, mas na Lei Orgânica de Salvador não está garantida a educação inclusiva, por exemplo. Ainda temos um grande déficit nos serviços de saúde e na concessão do Passe Livre. Na LOM devemos garantir esses direitos e posteriormente fomentar leis que os regulamentem”, disse o vereador Cezar Leite.

As comissões da Câmara têm até o dia 16 de maio para apresentar suas emendas à nova LOM. “Formulamos alguns pontos e hoje estamos fazendo uma escuta das pessoas que atuam na área e pais que vivem diariamente essa realidade. Se não esgotarmos aqui essa oitiva podemos ter um outro momento de debate”, afirmou o parlamentar.

“Temos a necessidade de alinhar a LOM ao Estatuto da Pessoa com Deficiência. O texto da lei municipal traz inclusive termos inadequados como portador de deficiência física”, pontuou a presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, Líbia Borges. “A lei municipal trata basicamente da assistência social, mas isso precisa ser ampliado para que se garanta os direitos humanos às pessoas com deficiência”, reforçou Líbia.

Contribuições 

Entre os pontos mais destacados pelos participantes estão a necessidade de se garantir a gratuidade no transporte e atendimento de saúde contemplando reabilitação e terapias específicas. Foi sugerida, ainda, a assistência psicológica para os pais e redução da carga horária para servidores municipais com deficiências ou pais de pessoas nesta condição.

A presidente da Associação de Apoio a Familiares, Amigos e Pessoas Portadoras de Transtornos Mentais (Afatom-BA), Rejane Santos, disse que a concessão da gratuidade no transporte ainda é precária e necessita de revisão. “Muitos pacientes abandonam o tratamento ou até mesmo deixam de ir buscar os medicamentos gratuitos por não terem como pagar pelo deslocamento”, disse Rejane. Ela criticou o modelo atual de perícia: “Há uma negação generalizada. A espera para o atendimento é longa demais. Imagine deixar uma pessoa com transtornos mentais aguardando mais de duas horas por um atendimento em um ambiente fechado e lotado?”.

“Atualmente temos duas mil crianças na fila de espera para ter atendimento com neuropediatra, fonoaudióloga, terapeuta ocupacional e psicólogo. Essas crianças precisam de suporte para que tenham um bom desenvolvimento. O município não tem garantido estes atendimentos”, disse a turismóloga Maíra Cavalcante, mãe de uma criança com autismo.

“O ideal é que tenhamos uma Auxiliar de Desenvolvimento Infantil (ADI) por aluno com deficiência. Quando há, é uma por sala de aula. Também temos a necessidade de ampliar o número de professores especializados”, afirmou Maíra.

O diretor da Escola Sociedade Pestalozzi Bahia, Ricardo Baqueiro, afirmou que a LOM deve garantir oportunidades de desenvolvimento. “É preciso superar na formulação dessa lei a visão assistencialista”, ressaltou.

Participaram também da audiência pública a diretora do Centro de Educação Especial da Bahia (Ceeba), Sidenise Sousa, e o coordenador da Unidade de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência (UPCD), Ronaldo Fraga, representando a diretora Risalva Telles.

Fonte: Secom/CMS

 


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia com foco em pautas políticas regionais

Check Also

TV. Para Carla Zambelli, Sérgio Moro reelegeu Bolsonaro: “Bora Bahia Minha Porra”!

Um recado da deputada bolsonarista, Carla Zambelli…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.