Home / Municípios / Codecon presta orientação e serviços a servidores municipais

Codecon presta orientação e serviços a servidores municipais

Crédito: Bruno Concha/Secom/PMS

A Diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor (Codecon) realiza, em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), a ação SOS Servidor, que leva atendimento gratuito aos servidores da Prefeitura. A ação teve início nesta terça-feira (15) e segue até amanhã (16) no prédio da Secretaria Municipal da Fazenda (Sefaz).

A Codecon planeja visitar uma secretaria a cada 15 dias, que abrange todas as pastas do Município. Durante o atendimento, é possível tirar dúvidas sobre relação de consumo, sobre dívidas com cartão de crédito e empréstimos, consultar órgãos de Proteção ao Crédito, como SPC e Serasa, obter cálculo a fim de rever juros abusivos, obter orientação jurídica, abrir reclamação, agendar audiência de conciliação e fazer denúncias, dentre outros.

A servidora Sueli Sales, 51, aproveitou a ação para reclamar de uma administradora de cartão de crédito. “Eu antecipei o pagamento de uma fatura e não sabia que o valor estava abaixo do pagamento mínimo. Dias depois, recebi um aviso de que a minha dívida tinha dobrado de valor e que tinha sido parcelada automaticamente em doze vezes. Me assustei com a situação. Aproveitei o SOS Consumidor para tentar resolver o problema e já recebi as orientações necessárias para solucioná-lo”, conta.

A funcionária Marivalda Silva, 56, aproveitou também o serviço para obter informações sobre o cancelamento do Financiamento Estudantil da filha. “A minha filha teve que trancar o curso, pois alegaram que ela tinha perdido o Fies. A partir do atendimento da Codecon, recebi as informações que precisava”, diz.

Diretor do órgão, Alexandre Lopes explica que até mesmo negativa de serviço pode ser atendida no SOS Consumidor. “Se o consumidor comprou um produto, que apresentou vício dentro do prazo de validade e a empresa não sanou o defeito em até 30 dias, ele pode nos procurar. Abriremos um termo de reclamação e agendaremos uma audiência”, diz.

Em casos como esse, de defeito de produto, o servidor precisa ter se dirigido à assistência técnica, antes de reclamar. Se o problema não foi resolvido, é necessário levar os documentos pessoais (RG e CPF), a nota fiscal do produto e, em alguns casos, um documento que comprove que o produto já foi levado à assistência técnica.

Se a queixa é em relação a dívidas com cartão de crédito e empréstimos, além dos documentos pessoais, é preciso levar o contrato com a instituição financeira (indicando o valor da transação, número de parcelas e taxa de juros) e o comprovante de pagamento das parcelas.

“Por meio de ações como essa, a Prefeitura demonstra preocupação com o servidor, profissionais que ajudam diariamente a administrar a cidade e a prestar serviço para a população. Nada mais justo que trazer essa comodidade para ele”, afirma Lopes.

Fonte: Secom/PMS


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia

Check Also

TV. A Câmara Municipal acertou em homenagear Gamil Foppel, afirma Kiki Bispo

Vereador e vice-presidente da Câmara Municipal, Kiki Bispo destacou a homenagem ao professor e jurista ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.