Principal / Destaques / Confira orientações para inclusão de comorbidades na vacinação contra Covid-19

Confira orientações para inclusão de comorbidades na vacinação contra Covid-19

Bruno Concha SECOM

Salvador iniciou, nesta segunda-feira (3), a vacinação das pessoas com todas as comorbidades elencadas no Plano Nacional de Imunização com idade igual ou superior a 50 anos. Para ter acesso ao imunizante, os indivíduos devem estar com o nome cadastrado no site da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e, no ato da vacina, apresentar documento oficial de identificação com foto.



 

Caso o portador da comorbidade não esteja cadastrado no sistema da SMS, a orientação é procurar a unidade onde realiza o acompanhamento para que o médico possa fazer a avaliação e inclusão do paciente na lista – o cidadão deve estar dentro do grupo elegível pela estratégia. A orientação deve ser seguida tanto para os pacientes assistidos pela rede pública quanto privada. Para garantir segurança e evitar fraudes no processo de imunização, a Prefeitura disponibilizou uma plataforma virtual, no endereço www.comorbidades.saude.salvador.ba.gov.br . A ferramenta viabiliza o cadastramento das pessoas com comorbidade residentes na capital baiana e que têm idade entre 18 e 59 anos.

O acesso ao dispositivo é restrito ao médico que utiliza o mesmo login e senha da área restrita do site do Cremeb. O nome do paciente estará disponível no portal da SMS no dia seguinte ao cadastro efetuado pelo médico.

“Disponibilizamos uma ferramenta que deverá ser utilizada pelos médicos, para que atestem a comorbidade dos seus pacientes e, assim, estes cidadãos tornem-se aptos à vacinação. Parte dos atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) já são incorporados automaticamente à lista da imunização. Outra parte, cuja situação necessita de especificidades mais detalhadas para serem contempladas pela estratégia, precisa ir até a unidade onde são acompanhados para que o profissional faça a avaliação e cadastro, caso necessário”, explicou a infectologista da SMS, Adielma Nizarala.

 

Confira o passo a passo:

1– Ir até o site https://comorbidades.saude.salvador.ba.gov.br/comorbidades/FormPesquisaComprovanteComorbidades.aspx e verificar se o nome já consta na lista das pessoas elegíveis para vacinação.

2 – Caso não esteja na lista, o portador da comorbidade deve procurar o médico onde é acompanhado – tanto da rede pública quanto da rede privada.

3 – O médico vai analisar o relatório clínico do paciente e verificar se o mesmo está dentro das comorbidades elencadas pelo Plano Nacional de Imunização.

4 – Caso esteja elegível, o médico incluirá o nome do paciente na lista de habilitados para campanha de vacinação contra Covid-19 através do portal www.comorbidades.saude.salvador.ba.gov.br ;

5– O nome do paciente estará disponível no portal da SMS no dia seguinte ao cadastro efetuado pelo médico.

Caso o portador da comorbidade não esteja cadastrado no sistema da SMS, a orientação é procurar a unidade onde realiza o acompanhamento para que o médico possa fazer a avaliação e inclusão do paciente na lista – o cidadão deve estar dentro do grupo elegível pela estratégia. A orientação deve ser seguida tanto para os pacientes assistidos pela rede pública quanto privada.

 

Para garantir segurança e evitar fraudes no processo de imunização, a Prefeitura disponibilizou uma plataforma virtual, no endereço www. comorbidades. saude. salvador. ba. gov. br . A ferramenta viabiliza o cadastramento das pessoas com comorbidade residentes na capital baiana e que têm idade entre 18 e 59 anos.

 

O acesso ao dispositivo é restrito ao médico que utiliza o mesmo login e senha da área restrita do site do Cremeb. O nome do paciente estará disponível no portal da SMS no dia seguinte ao cadastro efetuado pelo médico.

 

“Disponibilizamos uma ferramenta que deverá ser utilizada pelos médicos, para que atestem a comorbidade dos seus pacientes e, assim, estes cidadãos tornem-se aptos à vacinação. Parte dos atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) já são incorporados automaticamente à lista da imunização. Outra parte, cuja situação necessita de especificidades mais detalhadas para serem contempladas pela estratégia, precisa ir até a unidade onde são acompanhados para que o profissional faça a avaliação e cadastro, caso necessário”, explicou a infectologista da SMS, Adielma Nizarala.

 

Confira o passo a passo:

 

1– Ir até o site https:// comorbidades. saude. salvador. ba. gov. br/ comorbidades/ FormPesquisaComprovanteComorbidades. aspx e verificar se o nome já consta na lista das pessoas elegíveis para vacinação.

 

2 – Caso não esteja na lista, o portador da comorbidade deve procurar o médico onde é acompanhado – tanto da rede pública quanto da rede privada.

 

3 – O médico vai analisar o relatório clínico do paciente e verificar se o mesmo está dentro das comorbidades elencadas pelo Plano Nacional de Imunização.

 

4 – Caso esteja elegível, o médico incluirá o nome do paciente na lista de habilitados para campanha de vacinação contra Covid-19 através do portal www. comorbidades. saude. salvador. ba. gov. br ;

 

5– O nome do paciente estará disponível no portal da SMS no dia seguinte ao cadastro efetuado pelo médico.

 

 

 



Sobre Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes ( DRT 5674 Ba ) , é CEO do site #TVServidor e sócio-proprietário da agência de comunicação interativa #TVS1 . Formado em publicidade na Argentina. Estudou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e comunicação estratégica na Uninassau. Aluno do professor Olavo de Carvalho, Curso Online de Filosofia, desde 2015.

Leia também!

Morar Melhor reforma mais de 200 casas em Fazenda Coutos

O bairro de Fazenda Coutos voltou a ser alcançado com o programa Morar Melhor. O ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *