Home / Destaques / Conheça o perfil dos 15 novos vereadores que vão ocupar as cadeiras da Câmara de Salvador em 2017

Conheça o perfil dos 15 novos vereadores que vão ocupar as cadeiras da Câmara de Salvador em 2017

whatsapp-image-2016-08-16-at-17-20-46

Após a eleição no último domingo (2), em que os eleitores decidiram através do voto os seus futuros representantes em Salvador, agora a população vai saber e conhecer quem são os 15 novos integrantes que entram na Câmara Municipal a partir de janeiro de 2017. Diante do resultado do pleito, a renovação no legislativo municipal chega a 35%. Por enquanto que 2017 não chega, você vai conhecer que são os novos estreantes em seu primeiro mandato no legislativo municipal.

A campanha a reeleição de ACM Neto (DEM) serviu de base para eleger um maior número de vereadores, entre eles, novatos estreantes e outros já figuras carimbadas conhecidas do eleitorado de Salvador. o atual presidente da Câmara, o vereador Paulo Câmara (PSDB), um dos aliados fiéis a Neto, foi o mais votado com 18.432 votos que o consagrou a reeleição ao legislativo municipal. A base do prefeito, que hoje é de 30 vereadores, aumentou para 32. Entre os 15 que vão chegar em 2017, 12 declaram apoio a Neto. Um deles é o advogado Alexandre Aleluia (DEM), filho do deputado federal José Carlos Aleluia (DEM), que passou um tempo na iniciativa privada, mas diz que a política está em sua vida desde os 6 anos.

Aproveitando a ‘onda azul’ e o ‘efeito ACM Neto’, Aleluia considera que o prefeito reeleito estar “tocando a cidade, fazendo política de gestão moderna e misturando juventude e experiência”, e diz que pretende trazer o projeto Escola Sem Partido para ser discutido na Casa. “É um projeto de lei que combate a doutrinação ideológica nas escolas e procura não vedar a participação da família”, antecipa.

Outro novato é Felipe Lucas (PMDB), que chegou a trabalhar na prefeitura recentemente, entre 2013 a junho deste ano. Ao ocupar a função de chefe de gabinete da Secretaria de Infraestrutura (Sindec), foi um dos responsáveis por projetos como o Morar Melhor, que promove intervenções em residências de bairros populares, e do Casa Legal, que concede títulos de moradia.

Com 56 bairros em sua lista de atuação, diz que foi convencido a concorrer uma vaga na Câmara. “Esse contato com a comunidade me seduziu e fez pensar”, conta ele, que acabou com as dúvidas após conversas com o ministro Geddel Vieira Lima e o deputado federal Lúcio Vieira Lima, irmãos que lideram o PMDB baiano.

Na Câmara, Lucas tem como foco os projetos ligados ao esporte. Hoje, o peemedebista é um dos apoiadores do projeto Boa Luta, que dá aulas de jiu-jitsu gratuitas para jovens na Boca do Rio. “É o esporte como ferramenta de inclusão social”, ressalta.

Ingresso feminino no legislativo municipal

A partir do resultado das eleições deste ano, a Câmara passa por uma nova configuração e sua composição na bancada feminina – que passou de cinco para oito parlamentares. Mesmo assim, as mulheres ocupam apenas 20% das cadeiras. Um exemplo desse ingresso de mulheres na política local é a vereadora estreante Marcelle Moraes (PV), que foi a mais votada (3ª colocada no geral), além de ser a mais jovem eleita, com 24 anos. Irmã do deputado estadual Marcell Moraes (PV), Marcelle é, assim como ele, defensora da causa animal.

Estudante de Odontologia, Marcelle Moraes integra a ONG Grupo Ecológico Amigos da Onça (Geamo) há oito anos. Há sete, preside a entidade. Apesar da atuação, a decisão de entrar para a política e se lançar candidata veio só há um ano. “Sempre acompanho muito da política devido à atuação do meu irmão, mas sou protetora de animais”, disse.

Marcelle, que é a caçula dos três irmãos, cuida dos vira-latas Bug, Itacaré, Di e Luiza, na casa legislativa promete trabalhar por todos os animais da cidade. “A gente já tem alguns projetos em mente. Temos a criação do Castramóvel, trazer outra Samuvet (ambulância) e propor um hospital público veterinário”.

Outra novata no parlamento municipal é Lorena Brandão (PSC). Aos 43 anos, atuando como advogada, coach integral sistêmico, especialista em Teologia, professora universitária e bispa da Igreja Batista do Caminho das Árvores, Lorena, que é filha do bispo Átila Brandão, reforça o time de mulheres na política local. A nova vereadora vai defender na Câmara a estruturação da Defensoria Pública no âmbito do município, como uma de suas bandeiras.

Outra mulher estreante é a radialista Ireuda Silva (PRB). Coordenadora de estúdio da TV Iurd, foi convidada à política por conta do trabalho social que desenvolve na Igreja Universal. Ireuda é divorciada e tem quatro filhos, incluindo um casal de gêmeos de 21 anos, e diz que a votação expressiva foi uma surpresa. “Me senti honrada, amada pela população”, comenta.

Foto: Rafael Santana/TV Servidor / Reprodução/CORREIO

rtemagicc_novatosv-jpg

rtemagicc_novosv-jpg

 


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia

Check Also

Festival da Primavera terá apresentação de kart neste domingo (22)

Quem gosta de adrenalina e diversão vai poder conferir uma exibição de kart neste domingo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.