Principal / Destaques / Dentistas não podem esperar por vacinas para desempenhar suas funções em Salvador; 40 mil famílias sofrem de forma direta e indireta

Dentistas não podem esperar por vacinas para desempenhar suas funções em Salvador; 40 mil famílias sofrem de forma direta e indireta

Na manhã desta quarta-feira (20), um grupo de dentistas apresentou à sociedade civil organizada uma carta aberta solicitando a eleição da atividade como essencial adotando todos os protocolos de segurança e adiantar ou parcelar impostos municipais. A reunião foi acompanhada pelo vereador e profissional da saúde pública Cezar Leite.

“O profissional já é treinado para se proteger desde os tempos da Faculdade. Não tem sentido bloquear tudo. No início tudo bem. É louvável um bloqueio para entender a situação, mas sessenta para setenta dias não tem sentido. Claro que lamentamos os mais de 200 mortos assim como também pensamos em outras patologias e consequência social”, disse o edil.

No ramo da odontologia, profissionais entendem sobre cuidados e protocolos de profilaxia. Claro que, diante do avanço do Coronavírus, estes cuidados devem ser aprimorados, lembrando que os profissionais já lidam com pacientes infectados com HIV e Hepatite.

Os dentistas não podem esperar novos estudos e vacinas para continuar desempenhando suas funções. Salvador é uma das poucas cidades que dentistas não podem trabalhar. Em Porto Alegre, por exemplo, a atividade é permitida seguindo diversos protocolos de segurança. Salvador conta hoje com mais de cinco mil dentistas e, se contar auxiliares, protéticos e outros, o número sobe para mais de 40.000 profissionais. Estamos falando de mais de 40.000 famílias soteropolitanas.

Sobre Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes é CEO da TV Servidor / Axé Notícias. Formado em publicidade. Estou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e publicidade estratégica na Uninassau

Leia também!

Marta Rodrigues vai coordenar Encontro Ipadê das Pretas

Em parceria, a Câmara Municipal de Salvador e a Coordenação Nacional de Entidades Negras (Conen) ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *