Home / Destaques / Deputado Alex Lima anuncia possibilidade de saída do PTN

Deputado Alex Lima anuncia possibilidade de saída do PTN

politicabahia_deputado-alex-lima-1

O PTN pode ficar à deriva de ter apenas um deputado apenas na atual composição do legislativo estadual. Logo o partido que já esteve forte ao possuir uma das maiores bancadas na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) na legislatura passada

O deputado estadual Alex Lima anunciou sua saída do PTN. “Já há algum tempo reclamo da falta de diálogo do partido, onde posições individualistas prevalecem sobre a coletividade, o que vem trazendo perdas para o partido. Tínhamos seis vereadores na capital, reduzimos para três. Tínhamos três deputados estaduais, e agora somente somos dois. Perdemos nomes importantes como o ex-prefeito de Camaçari e ex-deputado estadual José Tude. O partido está modificando seu estatuto, seu nome e seus ideais”, disse Lima.

O deputado decidiu por enquanto não comentar sobre para qual partido vai diante de uma possível saída do PTN. O parlamentar afirmou que o partido estaria disposto a aceitar sua ida sem requerer seu mandato por infidelidade partidária na Justiça Eleitoral.

Ele foi cauteloso em dizer que só vai decidir pela saída se tiver certeza de que não corre esse risco de perder o mandato pelo partido. “Vou fazer uma consulta ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral) para avaliar essa situação com muito cuidado. Cada dia com sua agonia”, afirmou o parlamentar sobre seu futuro partido. “Primeiro quero decidir a minha saída. Decidido isso, vou avaliar para onde ir”, completa.

Alex Lima disse ainda que o PTN pode perder mais quadros importantes até o final do ano, sobretudo após a mudança no seu estatuto, que acarretará inclusive na mudança do nome da legenda. “Acredito que teremos ainda outras baixas nos próximos dias. Na verdade, acredito que o partido vai encolher cada vez mais, se resumindo a um ou dois nomes” na Bahia, conta o deputado.

Alex Lima analisa que diante do atual sistema político brasileiro que inclui o modelo de coligações partidárias, o país precisa de uma “profunda reforma política que respeite os cidadãos brasileiros”.

“Sou crítico desse sistema político atual. Acredito que somente por meio de uma reforma política de verdade poderemos construir novos caminhos para política e para o Brasil. Portanto, acho que em pouco tempo partidos pequenos deixarão de existir.Não vou ser crítico de um sistema ruim, com tantos partidos nanicos e continuar em um. O atual formato da política brasileira tem distanciado cada vez mais a classe política do povo, das ruas”, avalia o deputado.

Foto: Reprodução/Site Política Bahia


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia com foco em pautas políticas regionais

Check Also

Governo Bolsonaro zera tarifas de 34 medicamentos usados no combate à covid-19

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) zerou o Imposto de Importação de 34 medicamentos usados ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.