Home / Destaques / Discussão da Escola sem Partido chega a Salvador

Discussão da Escola sem Partido chega a Salvador

Crédito: Mathias Jaimes/TV Servidor

Lideranças de todo país e profissionais de educação irão se reunir em Salvador segunda-feira (29), às 9 horas, em seminário para discutir o polêmico projeto Escola sem Partido. O evento será promovido em parceria pela comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa a proposta e a Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Lazer da Câmara Municipal.

O projeto que visa alterar a Lei de Diretrizes e Bases da Educação e obriga as escolas a respeitar as convicções do aluno, de seus pais ou responsáveis divide opiniões. “Por um lado, os defensores argumentam que o projeto tem o objetivo de respeitar o direito dos pais de educar os filhos de acordo com suas convicções religiosas e morais. Por outro, quem é contra diz que a escola é um local de debates e que a pluralidade e a diversidade precisam ser preservadas”, pondera o vereador Sidninho (PODE), presidente do colegiado municipal.

Mordaça / A sugestão de trazer o debate público a Salvador e ampliar os debates foi do deputado federal Bacelar (PODE/BA), coordenador do Seminário. Ele define o Escola sem Partido como “uma mordaça aos professores que passam a ficar cada vez mais limitados em sala”.

O Movimento Escola sem Partido, frisa o deputado, “subestima a capacidade do estudante de pensar por si mesmo e tirar suas próprias conclusões do mundo”. Pra exemplificar Bacelar sugere que as pessoas imaginem uma sala de aula onde o professor não pode comentar as notícias do dia, falar de política, ensinar a teoria da evolução das espécies, de Charles Darwin, ou discutir questões de gênero e de sexualidade.

“Isso acabaria com as discussões em sala de aula. Isso restringe o conhecimento, o senso crítico e desconsidera a autonomia de pensamento e de ação desses milhares de jovens e adolescentes. A pluralidade de ideias é fundamental na formação pessoal e até mesmo profissional”, argumenta.

O palestrante do seminário será Daniel Cara, coordenador da Campanha Nacional pelo Direito à Educação. Estarão presentes também os deputados federais Marcos Rogério (DEM/RO), presidente da Comissão Especial; Flavinho (PSB-SP), relator do projeto no colegiado; Eduardo Bolsonaro (PSC/SP) e o ex-deputado Miguel Nagib, autor do projeto Escola sem Partido. O vereador Alexandre Aleluia (DEM), autor do PL 001/17, que cria o Escola sem partido no âmbito municipal, também participará dos debates.


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes é CEO da TV Servidor / Axé Notícias. Formado em publicidade. Estou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e publicidade estratégica na Uninassau

Check Also

O choro de Geraldinho

Quem acompanha as pautas políticas da capital baiana identificou que a distancia entre Geraldo Júnior ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.