Home / Destaques / Doadores de medula óssea podem ser isentos de taxas em concursos públicos

Doadores de medula óssea podem ser isentos de taxas em concursos públicos

Para incentivar a doação de medula óssea, o presidente da Câmara de Salvador, vereador Geraldo Júnior (SD), apresentou o Projeto de Lei nº 119/2019. Em tramitação na Casa, a matéria propõe isentar das taxas de inscrição em concursos públicos do município de Salvador as pessoas cadastradas no Registro Brasileiro de Doadores de Medula Óssea (Redome). Para se enquadrar, a pessoa deve ter realizado, no mínimo, duas doações nos 12 meses antecedentes à inscrição no certame e apresentando comprovante da doação. De acordo com o projeto, os órgãos e entidades da administração pública ficam obrigados a incluir a isenção já no edital. “O projeto tem como finalidade atender a uma demanda social que clama por um aumento de doadores de medula óssea, o que amenizará nos hemocentros públicos o grave problema da captação de doadores”, justifica Geraldo Júnior.

O autor do projeto reforça o benefício a partir da iniciativa, destacando que a quantidade de pessoas que realizam concursos é crescente. “São milhões de brasileiros envolvidos nesse processo. Trata-se, sem dúvidas, de uma oportunidade relevante para estimular a doação e salvar vidas”, enfatizou Geraldo Júnior.


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes é CEO da TV Servidor / Axé Notícias. Formado em publicidade. Estou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e publicidade estratégica na Uninassau

Check Also

TV. Forró da AACB. Flor de Minho anima festa dos advogados

Confira, nas imagens abaixo, um breve resumo do Forró da AACB –Associação dos Advogados Criminalistas ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.