Home / Política / Gilmar Mendes declara voto por redução do alcance do foro privilegiado para todas as autoridades do País

Gilmar Mendes declara voto por redução do alcance do foro privilegiado para todas as autoridades do País

Crédito: Ueslei Marcelino/Reuters

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta quinta-feira (3), aderir à terceira via aberta pelo ministro Dias Toffoli e defendeu a redução do alcance do foro privilegiado não só para deputados federais e senadores, mas para todas as autoridades do País.

Durante a leitura do voto, que se estendeu por mais de duas horas, Gilmar destacou que a redução do foro não vai melhorar a justiça criminal. “Pelo contrário. Eu aposto que vai piorar. A remessa desses processos para as instâncias ordinárias, em pouco tempo vai resultar em tergiversações, em distorções as mais diversas”, avaliou Gilmar.

O ministro criticou também a restrição do foro privilegiado nos termos defendidos pelo ministro Luís Roberto Barroso. Barroso defende a redução do foro privilegiado para deputados federais e senadores – a prerrogativa valeria apenas para crimes cometidos no exercício do mandato e em função do cargo. Sete ministros do STF já se posicionaram a favor da tese de Barroso.

“Como ficam os processos (de políticos) em caso de reeleição? E de assunção a outro cargo (políticos que trocaram cargo)? Como seria possível enquadrar o que seriam crimes em razão do cargo? O tráfico de drogas usando gabinete funcional, uma investigação de lavagem de dinheiro, como ficariam as medidas investigatórias e cautelares? Poderia o juiz de primeira instância quebrar o sigilo, impor medida cautelar a qualquer autoridade?”, questionou Gilmar Mendes.

“Poderia os mais de 18 mil juízes do Brasil determinarem busca e apreensão no Palácio do Planalto?”, prosseguiu o ministro.

Apesar das ressalvas pessoais, Gilmar Mendes anunciou que acompanharia a terceira via aberta pelo ministro Dias Toffoli, diante da maioria formada pela restrição do foro, apesar da divergência quanto à extensão.

“Proponho que o mesmo critério há de ser aplicado aos demais ocupantes de cargos. Proponho que o mesmo critério para deputados e senadores, há de ser aplicado em relação aos demais ocupantes de funções, juízes, promotores, comandantes do Exército”, disse Gilmar Mendes.

Gilmar acompanhou também o entendimento de Toffoli de derrubar dispositivos previstos em constituições estaduais que conferem foro privilegiado a autoridades locais.

Fone: Estadão Conteúdo

 


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia com foco em pautas políticas regionais

Check Also

Desempenho de ACM Neto no combate ao coronavírus segue elevado com 96% de aprovação

O desempenho do prefeito ACM Neto (Democratas) no combate ao coronavírus em Salvador continua com ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.