Home / Destaques / João Gualberto cogita desistir de candidatura para apoiar José Ronaldo

João Gualberto cogita desistir de candidatura para apoiar José Ronaldo

Foto: Reprodução/Portal do Subúrbio

O pré-candidato do PSDB ao governo estadual, João Gualberto, não bateu ainda o martelo sobre efetivar ou não a chapa contra o governador Rui Costa (PT). O tucano afirmou que tem dialogado com o grupo do ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM), para formar ou não uma aliança. Na semana passada, o deputado federal Jutahy Magalhães Jr. (PSDB) afirmou que a legenda tornaria uma decisão em até duas semanas.

“Cada um está fazendo o seu caminho. Se pode unir depois, vamos ver. Estamos conversando com as lideranças. Essa pressa para unir é mais por parte da imprensa. Pode ser que aconteça, tem a conjuntura nacional. Tem alguns fatos que realmente são importantes nessa caminhada. Vamos ver o que vai acontecer nos próximos dias”, declarou Gualberto à Tribuna.

Uma pesquisa interna encomendada pelo PSDB mostrou que o grupo de Rui tem vantagem sobre os dois pré-candidatos oposicionistas. “Vi e achei super natural. Ele é candidato a reeleição desde que ganhou a eleição. Fez todo um trabalho de propaganda para isso, visando a reeleição. É natural que ele esteja realmente [na frente]. Ninguém pode esquecer que, há quatro anos atrás, quando ele foi candidato na primeira vez, faltando um mês para as convenções, ele tinha 10%. Então, qual é a novidade? E ele já era candidato a governador”.

Indagado sobre os levantamentos que mostram que ele poderia ser eleito deputado federal caso se candidatasse a reeleição, Gualberto amenizou.  “Eleição garantida a gente não tem, não. Nem eu e nem ninguém. Essa pesquisa não aponta isso”, declarou. No entanto, ele não descartou a possibilidade de desistir da chapa majoritária. “Não diria que não é irreversível. É o que eu quero, é o que eu desejo. Vamos conversar com o partido e ver o que vai acontecer nos próximos dias”, declarou. Gualberto foi também indagado sobre a possibilidade de fazer uma aliança com o MDB. “Aí não tem conversa. Zero de conversa”, assinalou. Em 2014, o PSDB se recusou a ficar no grupo da oposição se o ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB) fosse a “cabeça da chapa”.

Fonte: Tribuna da Bahia On Line


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia

Check Also

Comissão de residência médica realiza visita ao Hospital Municipal de Salvador

Uma equipe técnica da Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM), vinculado ao Ministério da Educação ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.