Principal / Destaques / Marta Rodrigues pede ações emergenciais de combate à Covid-19 no Subúrbio

Marta Rodrigues pede ações emergenciais de combate à Covid-19 no Subúrbio

Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Salvador, a vereadora Marta Rodrigues (PT) cobrou da Prefeitura ações emergenciais nas periferias e nas áreas onde se concentra a maior população negra da cidade. De acordo com a parlamentar, dados mostram que há um enorme contraste, consequência da desigualdade racial e social, entre quem testa positivo para a Covid-19 e quem, de fato, morre pela doença. De acordo com Marta, o boletim epidemiológico da Prefeitura, publicado dia 30 de junho, aponta que é nas áreas da Prefeitura-Bairro da Barra/Ondina onde se tem mais casos da doença. No entanto, é no Subúrbio Ferroviário onde mais se morre. A região assistida pela Prefeitura-Bairro da Barra/Ondina tem taxa de incidência de 1.198 a 1.305 por 100 mil habitantes, enquanto no Subúrbio é de 762 a 871. “Mas quando falamos de mortes é nesta última região onde acontece o maior número de óbitos, com taxa de incidência em 500 a 597 por 100 mil habitantes. Já na região da Barra, Ondina e Pituba, a incidência de letalidade é 395 a 463”, diz a vereadora.

Para Marta, o recorte mostra que é preciso intensificar as ações de políticas públicas, sociais e de campanha no Subúrbio e em demais bairros periféricos, “que precisam ser foco, uma vez que é onde concentra maior número de negros, os que apresentam as principais comorbidades que agravam a doença”

Recorte total – Outro recorte do boletim mostra que os negros em Salvador estão sendo as vítimas que mais morrem. “Dos óbitos confirmados em Salvador, 79% ocorreram entre a população que se declara como negra e parda, 6% na população branca, 0,4% ‘amarela’ e 0,1% indígena”, relata a legisladora. Marta lembra que, desde o início da pandemia, diversos pesquisadores já alertavam para a fragilidade das periferias e do povo, em sua maioria formada de negros, que apresentam em maior índice populacional as comorbidades que agravam a doença, causando a morte.

“Por isso apresentei projeto para que a Prefeitura e a Secretaria de Saúde busquem equidade na atenção à saúde do povo negro, tenham um olhar diferenciado para a maioria da população soteropolitana. E, além disso, notifique a cor e raça nas vítimas da Covid-19, pois vamos precisar urgentemente estabelecer políticas públicas para essa população, durante e após a pandemia”, declarou. O projeto pede, ainda, notificação obrigatória dos casos de Síndrome Respiratória Aguda (SRAG) e população em vulnerabilidade.

Sobre Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes ( DRT 5674 Ba ) , é CEO do site #TVServidor e sócio-proprietário da agência de comunicação interativa #TVS1 . Formado em publicidade na Argentina. Estudou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e comunicação estratégica na Uninassau. Aluno do professor Olavo de Carvalho, Curso Online de Filosofia, desde 2015.

Leia também!

Felix nega ter pedido “homem com saia” na chapa de Bruno Reis

Em contato com a #TVServidor , o presidente do PT no Estado, deputado Felix Mendonça ...