Home / Economia / Michel Temer decide prorrogar prazo de saque de contas inativas do FGTS em casos especiais

Michel Temer decide prorrogar prazo de saque de contas inativas do FGTS em casos especiais

Crédito: Marcos Corrêa/PR

O presidente Michel Temer assinou decreto que prorroga até 31 de dezembro de 2018 o prazo para saques de contas inativas do Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS) apenas para casos de “comprovada impossibilidade de comparecimento pessoal do titular” à Caixa Econômica Federal. Pelo decreto assinado anteriormente nesta segunda-feira (31), se encerrava o prazo de saque destas contas.

Conforme fontes do Planalto, a medida irá beneficiar, por exemplo, pessoas com enfermidade grave que não poderiam ir à Caixa Econômica até 31 de julho e até quem esteve preso no período em que poderia retirar os seus recursos.

O governo usou o dinheiro do FGTS não só para tentar alavancar a economia, como até para tentar melhoria da sua popularidade.

Conforme a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o saque de contas inativas do FGTS ajudou a incentivar as compras dos brasileiros em julho. A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) cresceu 0,2% em julho ante junho, para 77,3 pontos. Em relação a julho do ano passado, houve um aumento de 12,5%.

Apesar de muitos brasileiros terem usado o dinheiro para quitar dívidas, fazer compras ou até uma poupança, a medida não trouxe nenhum ganho à popularidade do presidente Temer, que foi atingido pela delação premiada do dono da JBS, Joesley Batista.

Fonte: Estadão Conteúdo

 


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia com foco em pautas políticas regionais

Check Also

Salvador na lista dos destinos mais procurados para o pós-pandemia

A capital baiana é o segundo destino brasileiro mais procurado, nas últimas semanas, para quem ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.