Principal / Destaques / Mônica Bahia diz não se incomodar com críticas do MBL e aposta em renovação na política

Mônica Bahia diz não se incomodar com críticas do MBL e aposta em renovação na política

Imagem: TV Servidor

A candidata a vice na chapa de Zé Ronaldo (DEM), Mônica Bahia (PSDB), levanta principalmente a bandeira da saúde. A obstetra ligada ao Movimento Brasil Livre Bahia (MBL) é considerada uma “outsider” da política e está em sua primeira campanha. Formada em medicina no ano de 2001, Mônica fez especialização e começou a trabalhar nas maternidades públicas de Salvador e interiores. Foi nessa atividade que passou a ter contato com os problemas na saúde pública baiana. “Nunca fiz política partidária. Era envolvida com política médica. Quando a gente se forma a gente sai achando que existe aquele mundo ideal para trabalhar. Quando a gente começa, vemos que não é bem assim. Temos que fazer adaptações no atendimento em função do material e condições de trabalho. Fui me indignando e passei a integrar os movimentos democráticos de rua”, diz em entrevista exclusiva à Tribuna.

Nos últimos anos, Mônica vem participando ativamente das manifestações de rua. Além do MBL, ela foi também uma das líderes do Vem Pra Rua e continua engajada em apoio à Operação Lava Jato, ao Ministério Público Federal e à Polícia Federal. Nas redes sociais, além das críticas contra o ex-presidente Lula e ao PT, ela também já postou mensagens contra o senador Aécio Neves (PSDB) e decisões polêmicas do Supremo Tribunal Federal (STF). Indagada se não seria um contrassenso se aliar a um político tradicional como Zé Ronaldo (que está na vida pública desde os anos 80 e já exerceu mandatos de vereador, prefeito e deputados estadual e federal), a militante minimiza. “Tenho sido muito questionada sobre isso. Renovar com conhecimento e uma pessoa pública com trabalho digno e ficha limpa, é muito interessante”, analisa.

A candidata afirma que não tem medo de virar alvo de críticas do MBL e acredita que o grupo continuará mantendo uma postura de independência. “Acho que o papel do MBL é criticar quando precisar criticar. O MBL faz uma representação dos anseios da sociedade”, destaca. “Acredito que provavelmente [virarei vidraça do MBL]. Acredito que, para o movimento manter a idoneidade, é óbvio que eles devem me criticar. Isso é o que acontece com as pessoas que se tornam públicas”. Ela avalia também como positiva a recepção da chapa democrata na Bahia. “Nós estamos viajando por diversas cidades do interior, fazendo uma verdadeira maratona. A recepção tem sido extremamente calorosa. As pessoas no interior estão revoltadas com o baixo investimento da Bahia em saúde, educação e a gente colhe informações de coisas que a gente nem imaginava. Todos os lugares que estamos indo estão sempre cheios. As pessoas vêm para falar as situações do dia-a-dia, do desemprego, de escolas fechando” .

Tucana tem afinidade com ideias de Bolsonaro

Apesar de pertencer ao PSDB do presidenciável Geraldo Alckmin, Mônica Bahia já postou também fotos em vídeos onde aparece em eventos políticos ligados ao conservadorismo, além de defender o voto impresso e demonstrar certa simpatia ao candidato à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL).

“Consigo distinguir bastante as candidaturas do presidente e do governo aqui na Bahia. Então, nós temos diversos matizes de eleitores. Temos pessoas que vão votar em Bolsonaro e têm afinidade conosco, tem gente que vota em Alckmin e, acredite, temos até pessoas que gostam de Marina Silva e Lula e dizem que vão votar na gente”, exalta.

Indagada se vai votar em Bolsonaro ou Alckmin, a candidata se esquiva. “Acredito que ele é um forte candidato. A principal pauta dele é a melhoria da segurança pública, junto com a educação. Acredito que ele tenha agradado por isso. Estamos aí em avaliação. […] Meu voto é secreto, mas tenho afinidades em algumas coisas dos candidatos. Mas uma coisa posso dizer: não voto em comunista”.

Fonte: Tribuna da Bahia

 

Sobre Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia com foco em pautas políticas regionais

Leia também!

Bolsonaro responde a acusações de improbidade: “imprensa suja que dissemina mentiras”

No seu canal em Telegram, o presidente Jair Messias Bolsonaro respondeu àqueles “profissionais em comunicação” ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *