Principal / Destaques / Moradores investem em sistemas de energia solar e podem ganhar desconto no IPTU

Moradores investem em sistemas de energia solar e podem ganhar desconto no IPTU

Uma casa ampla de dois pavimentos com 400 metros quadrados de área construída, cinco suítes e um valor de conta de energia elétrica tão grande quanto o imóvel. A preocupação em reduzir os custos com a tarifa mensal de consumo energético e o desejo de colaborar com o meio-ambiente fizeram com que o psiquiatra Tarcísio Andrade, 63 anos, tomasse a inciativa de solicitar a instalação de um sistema de geração de energia solar na própria residência.

Desde fevereiro, a casa onde ele mora, no Condomínio Aldeia Jaguaribe, no bairro de Jaguaribe, passou a ser sustentada apenas pela energia gerada das 18 placas fotovoltaicas colocadas em cima do telhado. De lá para cá, vem pagando o mínimo da tarifa, cerca R$ 90 por mês, bem diferente dos R$ 500 que costumava desembolsar. “Apesar de não ser ativista, sempre tive uma preocupação muito grande com as fontes renováveis de energia. Sempre me incomodou ver uma torneira aberta em casa e sem utilização naquele momento. Me impressiona como o planeta vai dar conta de água e energia com a população crescente e as dificuldades climáticas. Aliado a isso, eu tinha uma conta de energia relativamente alta. Então vinha desenhando essa perspectiva de ter energia solar já há algum tempo”, conta o médico.

Agora, Tarcísio conta que pretende obter desconto no Imposto sobre a Propriedade Predial Urbana através do IPTU Amarelo, programa lançado nesta quinta (20) pela Prefeitura. A certificação é voltada para proprietários de residências e condomínios de casas e pode dar descontos de até 10% no imposto, de acordo com a produção e o consumo do sistema de energia fotovoltaica. “Pago cerca de R$ 3 mil de IPTU. 10% é significativo”, revela.

Tarcísio investiu R$ 27 mil no sistema de geração solar, divididos entre entrada e parcelas que serão pagas em 48 meses junto à empresa responsável pela colocação de todo o aparato. Com isso, o payback (período de retorno do investimento) é de apenas quatro anos, sendo que o sistema tem duração de 25 a 30 anos.

O engenheiro civil aposentado Luís Carlos Faria, 69 anos, vizinho de Tarcísio, tem 22 placas fotovoltaicas instaladas e também comemora o fato de pagar o mínimo da fatura de energia – ele pagava aproximadamente R$ 600. Para instalar o sistema de geração de energia autossustentável, recorreu a um financiamento de R$ 33 mil, que será pago em quatro anos.

Luís diz que também se interessou pelo IPTU Amarelo e pretende solicitar o benefício junto à Prefeitura para reduzir ainda mais as despesas da casa. “Achei excelente a iniciativa. Minha casa é nova e paguei esse ano o primeiro IPTU, de quase R$ 1.800”.

Sobre Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes ( DRT 5674 Ba ) , é CEO do site #TVServidor e sócio-proprietário da agência de comunicação interativa #TVS1 . Formado em publicidade na Argentina. Estudou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e comunicação estratégica na Uninassau. Aluno do professor Olavo de Carvalho, Curso Online de Filosofia, desde 2015.

Leia também!

Bruno Reis deve dispensar 50% do secretariado de Neto, aponta Jornal

A coluna Satélite do Correio da Bahia cravou que o prefeito eleito Bruno Reis deve ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *