Home / Destaques / Neto celebra com festa centenário de escola municipal na Liberdade

Neto celebra com festa centenário de escola municipal na Liberdade

Crédito: Max Haack/Secom/PMS

Música, bolas, apresentações e muita festa marcam o centenário da Escola Municipal Abrigo dos Filhos do Povo, celebrado nesta terça-feira (17), na esquina entre as ruas Lima e Silva e São Cristóvão, na Liberdade. O evento contou com as presenças do prefeito ACM Neto; do secretário municipal da Educação (Smed), Bruno Barral; da diretora Márcia Martinez; da comunidade escolar e até mesmo de ex-alunos ilustres, como o presidente do Ilê Aiyê, Antônio Carlos dos Santos (Vovô), e o vereador Alfredo Mangueira.

O prefeito fez questão de deixar, principalmente para as crianças, a mensagem de que a educação deixa exemplos que duram séculos. “Há 100 anos essa escola foi construída aqui na Liberdade. Quantas pessoas não passaram por aqui nesse período? Quantas delas não se tornaram pessoas de sucesso, como Vovô e Alfredo Mangueira? Então, a iniciativa de construir escolas é justamente com o intuito de trazer frutos, que as crianças possam se tornar pessoas de sucesso. A educação é o caminho para enfrentar as desigualdades e problemas sociais do país. É importante comemorar esse centenário, com o olhar para a frente, projetando o futuro da primeira capital do país”, salientou ACM Neto.

Crédito: Max Haack/Secom/PMS

A celebração da data contou com uma série de atividades organizadas pela direção da unidade escolar, com o apoio da Smed. A programação teve início com o hasteamento da bandeira e execução do Hino Nacional, e contou ainda com uma breve apresentação da história da unidade e apresentações artístico-culturais produzidas por alunos. Além disso, foi feita uma homenagem a Nilson Barros Reis, funcionário mais antigo, que já trabalha há 30 anos no local.

História – A Escola Municipal Abrigo dos Filhos do Povo foi erguida na então Estrada das Boiadas, durante a primeira república brasileira, para abrigar crianças que estavam à margem da educação formal, principalmente por causa da situação de pobreza da cidade. Fundada pelo comerciante Raymundo Frexeiras, em 1918, a instituição nasceu com o objetivo de atender aos mais necessitados, filhos de proletários, de lavradores e de negros libertos e mestiços que viviam na freguesia que mais tarde viria a se tornar o bairro da Liberdade.

Ao longo do centenário, a instituição contou com a ajuda e administração de pessoas influentes. Dentre elas estão o educador Anísio Teixeira, o jornalista Ernesto Simões Filho, o médico e político José Aguiar Costa Pinto, o pai de Irmã Dulce, Augusto Lopes Pontes – que cedeu o terreno para a construção da escola, e posteriormente a própria Irmã Dulce.

A unidade de ensino conta atualmente com 775 alunos dos segmentos Pré-escola, Ensino Fundamental I e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Segundo funcionários mais antigos, lá estudaram o jornalista Raimundo Varela, o vocalista do Harmonia do Samba, Xanddy, e o campeão mundial de fisiculturismo, Jaber Cristo.

Fonte: Secom/PMS


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia

Check Also

Aleluia cobra que Rui Costa assuma sua responsabilidade diante da crise: ” Rui do PT quer enganar quem?”

“O governador Rui Costa ficou omisso a semana toda e vem agora com conversa fiada, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.