Home / Destaques / Novo Cras Itapagipe dobrará capacidade de atendimento para 800 pessoas/mês

Novo Cras Itapagipe dobrará capacidade de atendimento para 800 pessoas/mês

Max Haack SECOM

Os cidadãos e famílias que necessitam de orientação e auxílio social, principalmente nesse período de pandemia provocada pela Covid-19, ganham mais um local de apoio municipal com a nova sede do Centro de Referência e Assistência Social (Cras) Itapagipe, localizada na Rua Monsenhor Basílio Pereira, no bairro de Roma. A entrega do espaço, mais amplo, de fácil acesso e com equipe completa de profissionais, ocorreu nesta terça-feira (19) com as presenças do prefeito ACM Neto e da secretária de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), Ana Paula Matos.

Max Haack SECOM

Com a nova estrutura, a capacidade de atendimento deverá dobrar de 400 para 800 pessoas por mês, residentes na região de alcance do serviço. Neste período de isolamento social, o funcionamento acontece em esquema especial de plantão, de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h.

O prefeito ressaltou que a nova unidade Itapagipe faz parte do processo de requalificação dos Centros de Referência e Assistência Social existentes em Salvador, previsto no planejamento estratégico da Prefeitura e iniciado antes da pandemia. “Os Cras são a primeira porta na qual as famílias batem para ter algum apoio. E aqui a melhoria não é apenas na estrutura física, mas também nas equipes, que são plenamente consistidas para oferecer o melhor atendimento”, afirmou ACM Neto.

“Essa é uma oportunidade de ampliar os nossos serviços. Aqui é a porta de entrada para os benefícios eventuais, como os auxílios natalidade e funeral, Cadastro Único, oficinas como as de educação financeira e mosaico, dentre outros. Também aproveitamos para fazer um referenciamento do assistido, conhecer a família e dar todo o apoio de assistência social para ele”, explicou Ana Paula.

De acordo com a diretora de Proteção Social Básica da Sempre, Emanuele Rodovalho, a pandemia também provocou a demanda de um novo tipo de público aos Cras: o da classe média, formada principalmente por autônomos. “São aquelas pessoas que tinham renda própria, uma vida estruturada e que, devido à situação causada pelo novo coronavírus, estão em situação de dificuldade. A essas pessoas também procuramos dar assistência, com ajuda inclusive de nossa rede de entidades parceiras”, salientou.

Conceito – Os Cras são unidades públicas que atuam com famílias e indivíduos em seu contexto comunitário, visando a orientação e fortalecimento do convívio sociofamiliar. Atende famílias que, em decorrência da pobreza, estão vulneráveis, privadas de renda e do acesso a serviços públicos, com vínculos afetivos frágeis, discriminadas por questões de gênero, idade, etnia, deficiência entre outras. Entre os serviços oferecidos estão o cadastramento e a atualização do Cadastro Único para programas sociais do governo federal, educação financeira, orientação jurídica, entre outros.


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes é CEO da TV Servidor / Axé Notícias. Formado em publicidade. Estou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e publicidade estratégica na Uninassau

Check Also

Sagrada Família já recebe primeiros pacientes no combate ao coronavírus

Na semana mais crítica da pandemia na cidade, Salvador recebe a terceira unidade de saúde ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.