Principal / Destaques / Para Neto, Habeas Corpus coletivo não passa de criação de factoide: “ninguém está aqui para brincar”

Para Neto, Habeas Corpus coletivo não passa de criação de factoide: “ninguém está aqui para brincar”

Max Haack SECOM

Habeas Corpus preventivo e coletivo – Ajuizado pelo vereador bolsonaristas Alexandre Aleluia, atualmente sendo decidido no Supremo, o Habeas Corpus coletivo “não passa de factoide”, disse ACM Neto.

“Confio na Procuradoria do Município assim como confio no Poder Judiciário da Bahia. Tudo isso é jogo de cena mesmo sabendo que todo mundo pode procurar a Justiça. O Supremo decidiu por unanimidade. É querer criar factoide. Não tenho ideia dessa ação. Hoje o Supremo é um dos pilares da democracia e respeito às Instituições que decidiram que Prefeituras e Governos estão a frente. Ninguém está aqui para brincar. Todo mundo está prejudicado, inclusive eu como pessoa física. Vamos fazer o quê? Liberar tudo e virar genocídio na cidade. Não serei conivente com atitudes dessas. Não vou aceitar instalar um genocídio na capital. Vou continuar defendendo a vida das pessoas”, criticou.

Sobre Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes ( DRT 5674 Ba ) , é CEO do site #TVServidor e sócio-proprietário da agência de comunicação interativa #TVS1 . Formado em publicidade na Argentina. Estudou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e comunicação estratégica na Uninassau. Aluno do professor Olavo de Carvalho, Curso Online de Filosofia, desde 2015.

Leia também!

Salvador tem investimento recorde em assistência farmacêutica

Um dos pilares do SUS é viabilizar para população os cuidados necessários para promoção e ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *