Home / Destaques / Prefeitura promove oficinas profissionalizantes no CREAS Bonocô

Prefeitura promove oficinas profissionalizantes no CREAS Bonocô

SECOM Prefeitura de Salvador

Como forma de incentivar e desenvolver potencialidades de jovens em situação de violação de direitos e vulnerabilidade social nas comunidades de Salvador, a Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), através do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS) do Bonocô, promoveu, na tarde desta quinta-feira (15), o encerramento da segunda edição da “Oficina de Criatividades”. A iniciativa, realizada em parceria com o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), visa fomentar novas habilidades e atitudes contribuindo com a transformação da realidade social.

Em média, 15 jovens participaram da oficina com duração de três dias e receberam certificação, com carga horária de 12 horas. Foram trabalhadas temáticas, como identidade, conceito de trabalho, etapas do processo seletivo (currículo, entrevista e dinâmicas de grupo) e postura profissional. Além de imagem pessoal e profissional (dentro e fora das redes sociais), habilidades interpessoais (liderança e trabalho em equipe, comunicação e negociação), condutas éticas e planejamento pessoal.

A coordenadora do CREAS Bonocô, Doranne Bezerra, contou que a atividade faz parte do programa de atendimento da unidade. “Fornecer ferramentas educativas a quem vive em situação de violação de direitos é fundamental, porque contribuímos com a reparação de danos e incluímos essas pessoas na rede de proteção social e serviços públicos, com órgãos como: Ministério Público, Secretaria Municipal de Saúde, Juizado da Infância e Juventude e Conselhos Tutelares”.

Fabiana Santos, psicóloga da unidade, explicou a importância do trabalho realizado pelo CREAS e fala também sobre a oficina. “Essa é a segunda parceria com CIEE. Nesses encontros os jovens aprendem como elaborar currículo, as etapas de um processo seletivo, postura e comportamento em ambiente de trabalho, dando suporte e incentivo para que possam expandir novas possibilidades de trabalho. No final da oficina, eles são cadastrados no banco de talentos da empresa, para que possam participar de seleções para possíveis oportunidades de trabalho”.

“É muito gratificante contribuir e estimular o desenvolvimento deles. Todo jovem que é encaminhado ao CIEE pela rede sócio assistencial, tem um cadastro diferenciado, como público prioritário, e é feito o encaminhamento para participar de processo seletivo nas empresas parceiras do RH. Tenho vários exemplos de jovens que participaram das oficinas e hoje estão inseridos no programa de jovem aprendiz“, acrescentou Lorena Alencar, assistente social do CIEE.

Suporte – Com uma equipe formada por coordenadores, assistentes sociais, psicólogos, advogados e educadores sociais, o equipamento oferece suporte a indivíduos e famílias, vítimas de qualquer tipo de violência e outras formas de violação de direitos. Com o objetivo de fortalecer os vínculos e dá assistência, realizando ações sociais especializadas voltadas ao atendimento do cidadão ou família em situação de vulnerabilidade.


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes é CEO da TV Servidor / Axé Notícias. Formado em publicidade. Estou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e publicidade estratégica na Uninassau

Check Also

Entidades discutem execução e estratégias do programa Família Acolhedora

A operacionalização e estratégias do serviço Família Acolhedora foram discutidas e alinhadas na manhã terça-feira ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

google.com, pub-6410565665465772, DIRECT, f08c47fec0942fa0