Principal / Destaques / Produção industrial cresce em 14 locais em junho, diz IBGE

Produção industrial cresce em 14 locais em junho, diz IBGE

Agência Brasil

A produção industrial cresceu em 14 dos 15 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na passagem de maio para junho deste ano. As maiores altas foram observadas nos estados do Amazonas (65,7%) e do Ceará (39,2%), de acordo com dados da Pesquisa Industrial Mensal. Também tiveram crescimento acima da média nacional (8,9%) os estados do Rio Grande do Sul (12,6%), de São Paulo (10,2%) e Santa Catarina (9,1%). Completaram a lista dos estados com alta na produção Minas Gerais (5,8%), Paraná (5,2%), Pernambuco (3,5%), Pará (2,8%), Goiás (0,7%), Rio de Janeiro (0,7%), Bahia (0,6%) e Espírito Santo (0,4%). A Região Nordeste, única a ter a produção de todos os estados calculada de forma conjunta, cresceu 8%. Mato Grosso foi o único local com queda (-0,4%). (Agência Brasil)

Sobre Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes ( DRT 5674 Ba ) , é CEO do site #TVServidor e sócio-proprietário da agência de comunicação interativa #TVS1 . Formado em publicidade na Argentina. Estudou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e comunicação estratégica na Uninassau. Aluno do professor Olavo de Carvalho, Curso Online de Filosofia, desde 2015.

Leia também!

Major Denice: “Lula é um legado para as pessoas de Salvador”

Candidata petista à Prefeitura de Salvador, Major Denice não escondeu sua preferencia política no sprint ...

1 Comentário

  1. Infelizmente, por trás dessa tentativa de desacreditar a eficácia da Cloroquina, já foi denunciado por diversos cientistas do CDC, órgão de controle e pesquisa para doenças dos Estados Unidos denunciando um esquema mafioso de suborno por parte dos fabricantes de vacinas em conluio com o laboratório Gilead Chemical, fabricante do antiviral Rendevisir, para destruir a reputação dos medicamentos tradicionais que custam uma merreca, enquanto esse antiviral custa 300 vezes mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *