Principal / Breaking News / Programa Mãe Salvador é regulamentado pela Prefeitura

Programa Mãe Salvador é regulamentado pela Prefeitura

O pré-natal tem um papel fundamental na prevenção e detecção precoce de doenças maternas e fetais, permitindo que mãe e bebê tenham um desenvolvimento saudável, reduzindo os riscos para ambos durante e após a gestação. Para garantir assistência integral às grávidas da capital baiana, principalmente às mulheres negras e carentes da cidade, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), criou o programa Programa Mãe Salvador, cuja regulamentação foi sancionada nesta quinta-feira (18), pelo prefeito Bruno Reis em cerimônia ocorrida no Palácio Thomé de Souza.



Com a participação das secretarias municipais da Saúde (SMS), de Mobilidade (Semob) e de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esporte e Lazer (Sempre), o Mãe Salvador tem o propósito de ampliar e qualificar as ações de assistência às gestantes atendidas nas unidades de Atenção Básica do município. Uma das iniciativas envolve a garantia da captação precoce e a adesão dessas gestantes às consultas e exames do pré-natal, preferencialmente, até a 12ª semana de gestação. O programa também visa fortalecer o vínculo das futuras mães à maternidade de referência, com visitas de vinculação ao local onde deverá ser feito o parto.

Para garantir a mobilidade dessas mulheres até as unidades, será concedido o Salvador Card – Bilhete Identificado, com 30 passagens de ônibus. O prefeito lembrou que esse benefício é fruto da aquisição pela administração municipal, ao longo da pandemia, de 5 milhões de passagens de ônibus, efetuada como forma de amenizar o impacto da crise sanitária no sistema municipal de mobilidade.

“Além disso, por meio da Sempre, vamos dar um enxoval àquelas mulheres que realizarem todo o ciclo de exames, num total de sete procedimentos, ao longo da gravidez”, completou Bruno Reis.

Assistência – De acordo com a coordenadora do Mãe Salvador, Adriana Miranda, dentre os objetivos essenciais do programa está a prestação total de apoio às mães e bebês carentes da capital baiana.

“O objetivo do programa é ampliar a assistência pré-natal, parto e puerpério das mulheres residentes em Salvador, facilitar o acesso dessa gestante ao serviço público de saúde, por meio do transporte público, mediante cadastramento junto à SMS, além de garantir consultas pós-parto para mães e bebês, bem como acesso ao teste do pezinho, por exemplo”.

O conjunto de ações engloba, ainda, as ações propostas pelo Plano Municipal para Infância e Adolescência (PMIA), assegurando a qualidade do pré-natal de risco habitual através da qualificação técnica dos profissionais que atuam no âmbito da Atenção Primária à Saúde em Salvador.

Motivação e reparação – O programa Mãe Salvador tem como meta alcançar 70% das gestantes com sete ou mais consultas de pré-natal, buscando reduzir a mortalidade materna na cidade. Os dados levantados pela SMS revelaram que as gestantes pretas e pardas possuem uma maior dificuldade em realizar, pelo menos, sete consultas de pré-natal – número indicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), conforme ressaltou o secretário municipal da Saúde, Leo Prates.

“Quando percebemos que a maioria das mulheres eram negras, nossa primeira atitude foi criar comitê de enfrentamento ao racismo institucional, e descobrimos que a maioria das mulheres que não estavam fazendo o pré-natal eram negras. Com isso, o segundo passo foi estruturar um projeto que pudesse estimular as mulheres a realizar esses exames. Chegamos a 60% de assistência primária na cidade, mas, ainda nos tempos de hoje, convivemos com sífilis congênita, passada de mãe para filho, e nosso papel é diminuir isso por meio do exame pré-natal. Nosso objetivo é garantir estímulos para cuidar dessas mães e dos seus bebês”, declarou Prates.

Em 2020, cerca de 27,9 mil gestantes tiveram o acompanhamento nas unidades da rede municipal de saúde para a realização do pré-natal, exames e outros procedimentos durante a gravidez. Os dados foram coletados pelo grupo técnico da Rede Cegonha da capital baiana, com base no Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos do Ministério da Saúde.

 

 

 



Sobre Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes ( DRT 5674 Ba ) , é CEO do site #TVServidor e sócio-proprietário da agência de comunicação interativa #TVS1 . Formado em publicidade na Argentina. Estudou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e comunicação estratégica na Uninassau. Aluno do professor Olavo de Carvalho, Curso Online de Filosofia, desde 2015.

Leia também!

Eficiência da vacinação em Salvador é destacada durante evento do MS

A eficiência de Salvador na vacinação contra a Covid-19 foi um dos destaques, na manhã ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *