Principal / Cultura / “Cultura de Favela”: projeto de Kannário divide a sociedade segundo sua origem

“Cultura de Favela”: projeto de Kannário divide a sociedade segundo sua origem

Crédito: Mathias Jaimes/TV Servidor

Para o vereador Igor Kannário a cultura deve ser dividida segundo a sua origem e não de acordo com o seu valor ou conteúdo. A cultura não está sujeita a origem ou votação. A cultura é ciência, arte e filosofia de uma comunidade. Cultura popular é isso também. Não existe outro tipo de cultura. Qual o motivo para dividir ainda mais a nossa cidade segundo a origem, vereador Kannário?

Não obtive resposta do vereador humanista. Os profissionais de comunicação da Casa não temos acesso ao nobre edil, ele nos despreza. Simples assim.

“A cultura é uma só. Não existe a cultura da favela, existe a cultura”, disse o vereador Alexandre Aleluia, quem votou contra o projeto 980/17. Concordo com ele 100%.

Inicialmente esses personagens ditos populares passavam despercebidos por não influenciarem tanto no movimento diário da terceira capital do país. “Ele não faz mal a ninguém, deixa o cara cantar”, afirmavam uns. Outros até elogiavam com frases do tipo “ele é gente boa, o ritmo é bom e não incomoda ninguém”. De repente o artista em questão decidiu lançar a sua candidatura ao Parlamento Municipal. Foi um alerta do que viria a futuro: deboche a colegas vereadores, ofensas à Polícia Militar, desrespeito a profissionais de comunicação, ameaça de perseguição caso “vire deputado federal” e crítica ao Executivo Municipal.

Lá em casa meus avos afirmavam que o “Diabo tem cara de bobo”. Estamos numa época em que os bobos estão decidindo assuntos políticos importantes…

Sobre Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes ( DRT 5674 Ba ) , é CEO do site #TVServidor e sócio-proprietário da agência de comunicação interativa #TVS1 . Formado em publicidade na Argentina. Estudou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e comunicação estratégica na Uninassau. Aluno do professor Olavo de Carvalho, Curso Online de Filosofia, desde 2015.

Leia também!

Morar Melhor reforma mais de 200 casas em Fazenda Coutos

O bairro de Fazenda Coutos voltou a ser alcançado com o programa Morar Melhor. O ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *