Home / Destaques / Resultado das eleições municipais indica movimentações de cadeiras na Assembleia Legislativa

Resultado das eleições municipais indica movimentações de cadeiras na Assembleia Legislativa

sam_2244-1

O resultado das eleições municipais deste ano revelam mudanças e movimentos políticos dentro da Assembleia Legislativa. Dos 63 deputados, três se elegeram prefeitos e um foi eleito vice-prefeito, e serão substituídos pelos suplentes de suas respectivas coligações.

O deputado Vando, que foi eleito prefeito de Monte Santo, por exemplo, na teoria, deveria ser substituído por Heber Santana (PSC), que foi reeleito vereador de Salvador. Se Heber decidir manter seu mandato na Câmara da capital, quem assume a cadeira de Vando seria Luiz de Deus (PSD), que foi eleito prefeito de Paulo Afonso. Neste caso entraria também o terceiro suplente da coligação, que é Anderson Muniz (PTN), irmão do vereador de Salvador Carlos Muniz.

Com o balanço final das eleições municipais na Bahia, inclusive o resultado do segundo turno em Vitória da Conquista no domingo (30) que elegeu Herzem Gusmão como prefeito do município vencendo seu adversário, o também deputado Zé Raimundo, do PT, as mudanças na Assembleia Legislativa (ALBA) estão definidas. Três dos 63 deputados se elegeram prefeitos e um foi eleito vice-prefeito, e serão substituídos pelos suplentes de suas respectivas coligações.

Além de Gusmão, os parlamentares que se elegeram são Vando (PSC), que assume o Executivo municipal de Monte Santo; Rogério Andrade (PSD), eleito prefeito de Santo Antônio de Jesus; e Bruno Reis, do PMDB, eleito vice-prefeito de Salvador na coligação de ACM Neto (DEM).

Herzem Gusmão assumiria novamente a vaga de Bruno Reis (PMDB), pois ele é o primeiro suplente da coligação do PMDB. Interessante é que com a conquista da eleição em Conquista, a suplência ficaria com Antônio Elinaldo (DEM), que ganhou também a eleição, e será prefeito de Camaçari a partir de 1º de janeiro de 2017. Enfim, quem ficará com a vaga é o terceiro suplente, Samuel Couto, do PSC.

A vaga de Rogério Andrade também não deve ficar com o primeiro suplente. O petista Bira Corôa seria a primeira opção, mas ele já exerce o mandato no lugar de Vítor Bonfim (PDT), que está licenciado porque é chefe da Secretaria de Agricultura do Estado (Seagri). Bira Corôa assumiria definitivmente a vaga.

Mas a definição embaralha ainda mais o meio de campo político, pois a próxima da fila é a vereadora de Lauro de Freitas, Mirela Oliveira (PSD), que se elegeu vice-prefeita na chapa da prefeita eleita Moema Gramacho (deputada federal), do PT.

Na mesma coligação vem Temóteo Brito (PSD), que também foi eleito nas urnas. Ele se elegeu prefeito de Teixeira de Freitas. Por fim, quem assume a vaga do deputado Rogério Andrade será Antônio Mário (PT). Eleito prefeito de Eunápolis, o deputado Robério Oliveira (PSD) será substituído por Mário Augusto Neto (PT).

Jânio Natal (PTN), prefeito eleito de Belmonte, deve ser substituído pelo apresentador Uziel Bueno (PTN). Mas, informações dão conta que Natal mantém articulações para que sua vaga fique com seu irmão Janival Andrade (PTN), eleito vice-prefeito em sua chapa.

Apesar de toda a agitação nessa ‘dança de bolero’ no legislativo estadual, ou seja, ‘dois pra lá e dois prá cá’, nada vai alterar a composição das bancadas na Assembleia Legislativa, conforme garante o presidente da Casa, deputado Marcelo Nilo (PSL).

“Saem dois do governo e entram dois do governo, saem dois da oposição e entram dois da oposição”, resume Nilo.

Foto: Reprodução


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia

Check Also

Festival da Primavera terá apresentação de kart neste domingo (22)

Quem gosta de adrenalina e diversão vai poder conferir uma exibição de kart neste domingo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.