Principal / Destaques / Salvador terá outro hospital de emergência para combater coronavírus

Salvador terá outro hospital de emergência para combater coronavírus

A Associação Obras Sociais Irmã Dulce (Osid) irá gerir a nova unidade de emergência para tratar pacientes da Covid-19 em Salvador, com previsão de funcionamento no final deste mês e instalada no Hospital Sagrada Família, em Mont Serrat, requisitado administrativamente pela Prefeitura nesse momento de pandemia. A assinatura do convênio com a Osid, aprovado pela Câmara de Vereadores, foi formalizada hoje (14), em conferência virtual, pelo prefeito ACM Neto e pela superintendente da entidade, Maria Rita Pontes. O secretário municipal de Saúde, Leo Prates, também participou do evento, que contou ainda com a presença da imprensa.

A Prefeitura já colocou em funcionamento um hospital de emergência (no Itaigara Memorial) e outro de campanha, localizados no Caminho das Árvores e na Avenida Luiz Viana Filho, a Paralela (no Wet’n Wild), respectivamente. O primeiro tem 47 leitos, enquanto o segundo tem 90, somados os de UTI e clínicos. Além disso, a Prefeitura colocou em funcionamento 39 leitos exclusivos para pacientes com Covid-19 em hospitais filantrópicos e no Municipal, situado na região de Cajazeiras. O município já anunciou a requisição administrativa da unidade do COT no Canela para implantar outros leitos.

“Tentamos fazer com o Hospital Sagrada Família um contrato nos mesmos moldes daqueles que o município tem com outras instituições filantrópicas, como o Santa Izabel e o Português. Mas isso não foi possível pelo histórico de questões administrativas e judiciais dessa unidade. A partir de pareceres da Procuradoria Geral do Município (PGM) e das secretarias de Gestão (Semge) e Saúde (SMS), verificamos que a solução seria a requisição administrativa. E agradecemos à Câmara de Vereadores por aprovar a contratação da Osid para gerir mais esse hospital de emergência”, disse ACM Neto.

O prefeito elencou as razões pela contratação da Osid, cuja sede, no Hospital Santo Antônio (HSA), fica também na Cidade Baixa (Largo de Roma), a exemplo do Sagrada Família, o que facilita a logística para a estruturação da nova unidade de emergência. “A Osid é uma das instituições filantrópicas mais respeitadas do país e com experiência nesse tipo de gestão, frisou.

ACM Neto ressaltou que o Hospital Sagrada Família já passa por intervenções físicas e ações estruturantes para receber pessoas infectadas com o novo coronavírus. Ele garantiu ainda que as pacientes idosas atendidas atualmente no hospital terão todo suporte da Prefeitura, inclusive com transferência para outras unidades de saúde.

Estrutura – Inicialmente, o novo hospital de emergência terá 75 leitos. Destes, serão 20 de UTI e 55 clínicos. A depender da evolução da doença na cidade, poderão ser criados outros 36 leitos. Os pacientes da unidade serão encaminhados através da Central de Regulação de Urgências e do Complexo Regulador do Salvador. A unidade funcionará em regime 24 horas e terá, ao todo, 544 profissionais que já começaram a ser chamados pela Osid. Serão médicos, radiologistas, fisioterapeutas, enfermeiros, bioquímicos, farmacêuticos, nutricionistas, assistentes sociais, psicólogos, técnicos de enfermagem, de laboratório e radiologia. Haverá disponibilização de exames laboratoriais e clínicos, radiologia convencional, tomografia computadorizada com e sem sedação, ultrassonografia com Doppler, eletrocardiograma e agência transfusional.

Isolamento social – Apesar da oferta de novos leitos, o prefeito ACM Neto fez um novo apelo para que as pessoas ampliem o isolamento social. “Mesmo com essas ações da Prefeitura para garantir a ampliação do atendimento a pacientes do coronavírus, a ocupação dos leitos na cidade segue crescendo. Só vamos evitar um colapso no sistema se as pessoas colaborarem e fizerem sua parte. A recomendação é: fique em casa. E, se tiver que sair, use máscara”, destacou. O próprio prefeito segue em isolamento em casa, fazendo home office, até que saiam os resultados dos exames que fez para detectar se está com a Covid-19. Isso porque o chefe de Gabinete da Prefeitura, Kaio Moraes, testou positivo para o novo coronavírus, assim como o subchefe de Gabinete, Matheus Simões. Além disso, as filhas, a irmã e alguns familiares do secretário de Saúde também estão contaminados.

“Esse é um momento de orações pela família de Leo Prates e por todos aqueles que estão com a doença, bem como aqueles que são atingidos por terem amigos e familiares contaminados. Temos que ter forças. Pedir forças à Santa Dulce dos Pobres, para quem rezo todos os dias pedindo que ajude a população de Salvador e todos que estão sofrendo nesse momento em função dessa pandemia, direta ou indiretamente”, declarou ACM Neto, emocionado.

Sobre Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes ( DRT 5674 Ba ) , é CEO do site #TVServidor e sócio-proprietário da agência de comunicação interativa #TVS1 . Formado em publicidade na Argentina. Estudou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e comunicação estratégica na Uninassau. Aluno do professor Olavo de Carvalho, Curso Online de Filosofia, desde 2015.

Leia também!

Confiança do empresário industrial cresce pelo quinto mês consecutivo

Depois de chegar ao pior patamar da série histórica, em abril de 2020, o Índice ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *