Home / Carnaval da Bahia / Secretaria de Promoção Social amplia combate à violação de direitos no Carnaval

Secretaria de Promoção Social amplia combate à violação de direitos no Carnaval

SECOM Prefeitura de Salvador

Com foco no combate a violação de direitos e na garantia à acessibilidade, de crianças, adolescentes, idosos, pessoas com deficiência, e em condição de vulnerabilidade e risco social, as equipes formadas por assistentes sociais, psicólogos, pedagogos, educadores sociais, coordenadores, técnicos e apoio, totalizando 260 profissionais da Secretaria da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), irão trabalhar nos circuitos Osmar, Dodô e Batatinha e nas festas dos bairros Cajazeiras, Itapuã, Liberdade, Nordeste e Periperi.

Nos seis dias de festa, os técnicos irão realizar atividades para identificar e evitar situações de vulnerabilidade e risco social, como o trabalho infantil, exploração sexual infanto-juvenil, população em situação de rua, e ofertar locais seguros e confortáveis para que idosos e pessoas com deficiência possam participar da festa.

Durante o Carnaval, a Sempre realizará a divulgação da campanha “Criança não é mão de obra”, visando informar e conscientizar a população sobre os riscos e as consequências para a formação intelectual e física de crianças e adolescentes expostos a situações de trabalho.

A Equipe do Serviço Especializado de Abordagem Social (SEAS), voltada à situações de violações de direitos e riscos sociais para pessoas adultas e famílias em situação de rua, também realizará a atividades direcionando as pessoas identificadas para uma das 11 Unidades de Acolhimento Institucional (UAIs) disponíveis.

Para os foliões mirins, que estiverem acompanhadas dos responsáveis, também serão disponibilizadas pulseiras de identificação e orientações a segurança das crianças durante a folia.
Em relação à ampliação das equipes e dos serviços da Sempre nos circuitos oficiais e nas festas de bairros, a secretária da Sempre, Ana Paula Matos, destacou a importância da realização do trabalho em comunidades periféricas de Salvador. “Só quem conhece e viveu o Carnaval do Nordeste de Amaralina, da Liberdade, do Campo da Prosaica em Cajazeiras e de Periperi tem a real dimensão do Carnaval da nossa cidade e da importância econômica e social dessa democratização para as nossas comunidades. Nossas equipes estarão 24h por dia no combate às violações de direitos”, afirmou.
As ações voltadas à acessibilidade ficam por conta dos Camarotes Acessíveis, que pelo sexto ano consecutivo, oferta espaços que visam promover inclusão, proporcionando aos idosos e pessoas com deficiência uma vista privilegiada, conforto e segurança no carnaval, no Campo Grande, em Ondina e na Piedade.
Os catadores de material reciclável também irão dispor de dois espaços de apoio, localizados na Avenida Centenário (Escola Municipal Santa Terezinha) e na Baixa dos Sapateiros, na antiga sede da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop). Nestes locais os catadores irão dispor de local para descanso, lanche, banheiro entre outros serviços para que possam desenvolver o autocuidado enquanto trabalham nos dias da festa.


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes é CEO da TV Servidor / Axé Notícias. Formado em publicidade. Estou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e publicidade estratégica na Uninassau

Check Also

Roubos de veículos têm queda de 29,3% em junho

Prisão de transportadores, operações em desmanches, identificação de grupos e flagrantes com o apoio das ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.