Home / Destaques / Senador Otto Alencar acusa campanha do prefeito eleito Dinha de ter sido financiada pelo tráfico de drogas

Senador Otto Alencar acusa campanha do prefeito eleito Dinha de ter sido financiada pelo tráfico de drogas

otto-alencar-senado-460x305

Diante da amarga derrota nas eleições no último domingo (2) na cidade de Simões Filho, o senador Otto Alencar (PSD) em discurso na terça-feira (4), na tribuna do plenário do Senado, acusou o prefeito eleito da cidade de Simões Filho, Diógenes Tolentino de Oliveira, o Dinha (PMDB), de ter sua campanha eleitoral financiada pelo tráfico de drogas. Dinha foi eleito com 59,33% dos votos válidos enquanto o candidato apoiado pelo senador no município, Jomar Paraky (PSD), ficou em segundo lugar com 28, 64% dos votos.

“Eu vi, com meus olhos, com clareza, a interferência direta do financiamento de algumas campanhas políticas, inclusive, em um município da Região Metropolitana de Salvador, Simões Filho, o chefe do tráfico de drogas ao lado do prefeito vencedor, financiando a campanha através do caixa dois, através da agiotagem e através da contravenção”, disse.

No discurso, Otto afirmou ainda que o fim do financiamento privado de campanha abriu brechas para a interferência do caixa 2. “Pela primeira vez, eu posso dizer – e eu citei o município aqui da região metropolitana de quase 200 mil habitantes – que o prefeito foi financiado pelo tráfico de drogas, tirando a foto com o chefe do tráfico de drogas ao seu lado, sem nenhuma cerimônia”, registra.

Dinha, ao se defender das acusações do senador, afirmou que o ataque de Otto “fere a dignidade de uma cidade inteira”. “Eu fui eleito com a maioria da população de Simões Filho ao meu lado e entendo que uma acusação como esta fere a dignidade de uma cidade inteira. Simões Filho tem pessoas de bem, honestas e trabalhadoras, que votaram em mim por conhecer a minha vida pública de trabalho, seriedade e compromisso com o povo”, responde.

Para o prefeito eleito de Simões Filho, a “agressividade do senador baiano e a tentativa de se criar um factóide é choro de perdedor”. “Não creio que o senador, em pleno equilíbrio, afirme que a população de Simões Filho apoiaria uma campanha política bancada com dinheiro ilícito. Certamente, ainda no calor de uma acachapante derrota sofrida nas urnas, o senador não mediu suas palavras e acabou sendo muito infeliz em suas colocações”, complementa o peemedebista.

Foto: Reprodução/Site Mídia Bahia


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia

Check Also

Entidades discutem execução e estratégias do programa Família Acolhedora

A operacionalização e estratégias do serviço Família Acolhedora foram discutidas e alinhadas na manhã terça-feira ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

google.com, pub-6410565665465772, DIRECT, f08c47fec0942fa0