Home / Municípios / Startups apresentam soluções para dinamizar serviços públicos municipais

Startups apresentam soluções para dinamizar serviços públicos municipais

Crédito: Bruno Concha/Secom/PMS

Startups pré-selecionadas no programa Pitch Salvador começaram nesta terça-feira (12), a apresentar soluções inovadoras que poderão contribuir com a Prefeitura na resolução de diversas demandas em áreas de interesse social. O evento segue até esta quarta (13) no Hub Salvador, no Comércio, onde reúne gestores municipais e empreendedores para discutirem propostas que venham aprimorar e dinamizar os serviços públicos oferecidos à população.

O Hub receberá 23 startups que apresentarão 26 soluções inovadoras (pode ser aplicativos para dispositivos móveis ou até sistemas com inteligência artificial), sendo 15 para a área da educação, nove à saúde e dois à assistência social. Durante o processo, os membros das startups participantes do Pitch têm cinco minutos para explanar as propostas, antes de serem analisadas e questionadas por uma banca examinadora.

O engenheiro civil Lucio Felix apresentou o RDO APP, uma ferramenta digital de gestão que facilita o registro diário de obras planejadas e executadas. Poderia ser usado para a construção ou reforma de escolas, por exemplo. “A ideia é que ajude a Secretaria Municipal de Educação (Smed) na fiscalização de obras, pois dá para monitorar tarefas atrasadas, canceladas ou em andamento”, explicou.

Já o diretor comercial da Datawiser, Mauro Negrão, expôs duas soluções, também para a área de Educação: a primeira consistia num software de gestão inteligente de indicadores no qual as escolas poderiam visualizar gastos de verbas, comportamento de alunos, dentre outros quesitos. “Imagine como se fosse um painel de comando, uma cabine de avião, onde há vários reloginhos e gráficos que dão para visualizar simultaneamente várias informações e tomar decisões com base nisso”, explicou Negrão. Uma outra ferramenta, ainda a ser desenvolvida pela Datawiser, prevê a gestão de ativos escolares (carteira, mesas, quadros) através de informações e fotos para detectar a vida útil dos equipamentos e mobiliários.

O resultado do Pitch Salvador será divulgado até o final deste mês no Diário Oficial do Município (DOM). As empresas que forem aprovadas poderão se instalar no Hub Salvador durante 180 dias, sem custos, recebendo aceleração e acompanhamento. “As startups poderão utilizar o espaço do Hub como se fosse um escritório e, ao final dessa etapa, elas receberão certificado de que a solução foi viável, podendo ser contratada ou não pelo poder público”, ressaltou o diretor de Modernização e Tecnologia da Gestão da Secretaria Municipal de Gestão (Semge), Luis Gaban.

O Pitch Salvador é uma iniciativa da Prefeitura que desafia startups a apresentar soluções inovadoras para o atendimento de demandas de relevância pública. Desenvolvida pela Semge, a ação faz parte do programa Salvador 360, eixo Cidade Inteligente. Os desafios são propostos por órgãos municipais, de acordo com suas possíveis necessidades. “O mais importante desse programa é a gente ter conseguido se articular internamente com várias secretarias e conseguir propor desafios para que a iniciativa privada pudesse trazer soluções. Isso é inédito e pioneiro em Salvador”, acrescentou Gaban.

Fonte: Secom/PMS


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia

Check Also

Limpurb recolhe 81,72 toneladas de lixo descartado no domingo de eleição

A redução do investimento na produção de “santinhos” (panfletos de candidatos), em razão da nova ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.