Principal / Palavras-chave

Palavras-chave

Sindicalistas pelegos pongam na greve dos caminhoneiros

Sem direito nenhum a protestar por nada, sindicalistas pelegos que deveriam representar trabalhadores da Petrobras, decidiram “paralisar” as atividades por 72 horas. Passaram 13 anos sabendo, convivendo e aceitando o assalto da Petrobras caladinhos. Uma vergonha.

Leia mais

TV. Caminhoneiros expulsam sindicalistas e militantes de esquerda nas estradas

Caminhoneiros informam nas estradas que irão continuar com as paralisações e sindicalista nenhuma os representa no Congresso Nacional. Confira nas imagens.  

Leia mais

Imposto sindical banca festa de pelegos em Curitiba

Centrais Sindicais e Partidos de esquerda se reunirão em Curitiba em um “grande ato” a favor da liberdade do criminoso Lula da Silva, demiurgo petista. Quem cobre as despesas de tamanha patacoada? O imposto sindical!

Leia mais

Ricardo Almeida pede que sindicatos e centrais respeitem a decisão do trabalhador

Durante o “pinga fogo” o vereador Ricardo Almeida fez um apelo a vereadores e representantes de movimentos sociais, sindicatos e centrais para respeitar o direito de ir e vir do trabalhador soteropolitano. “Melhorem a metodologia de greve e protesto. A cidade não pode ficar refém de meia dúzia de manifestantes ...

Leia mais

Sindicatos ligados ao PT / PCdoB / PSOL “obrigam” trabalhador a não trabalhar

Mais um dia de confusão na cabeça do trabalhador. Qual o motivo da greve é o que todo trabalhador honesto se pergunta. Ninguém sabe. O certo é que em épocas de não obrigatoriedade de imposto sindicais, centrais sindicais, movimentos e sindicatos ligados ao PT e PCdoB decidiram medir força com ...

Leia mais

Militantes, sindicatos e centrais sindicais contra retorno de Dilma

Se tem uma mensagem que ficou bem clara nas manifestações de domingo é que, mesmo apontando “golpe parlamentar” e diversas teorias de conspiração, militantes, sindicatos e centrais sindicais não sentem saudades da ex-presidente Dilma Rousseff. O “fora Temer” falou mais alto do que o “volta Dilma”.

Leia mais