Home / Destaques / Taíssa Gama participa de capacitação de colaboradores do Programa Primeiro Passo

Taíssa Gama participa de capacitação de colaboradores do Programa Primeiro Passo

Foto: Reprodução/Facebook da SPMJ
Para melhorar a qualidade do atendimento ofertado à população que busca o serviço do Primeiro Passo – programa voltado ao atendimento de famílias com crianças em idades para ingressar em creches e pré-escola – foi realizada uma oficina de capacitação dos funcionários na quinta-feira (27) do mês passado, na sede da Faculdade Maurício de Nassau (Campus Mercês). O evento contou com a participação da secretária de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), Taíssa Gama, e reuniu 68 colaboradores entre agentes comunitários, funcionários das Prefeituras-Bairro, agentes da sede e profissionais dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS).
O projeto foi realizado através de uma parceria entre a SPMJ e a Faculdade Mauricio de Nassau, e tem nova edição prevista para ocorrer no fim de agosto, com data a ser definida. Foram abordados no encontro temas como marketing pessoal, gestão de carreira e o perfil do profissional na nova conjuntura do trabalho social. Na oportunidade, foi também realizada uma oficina, que teve temática sugerida pelos próprios colaboradores, que tratou do controle da ansiedade.
Para a coordenadora do programa Primeiro Passo, Lavínia Vale, a capacitação ocorre com a proposta de elevar não só a qualidade do atendimento ofertado ao cidadão, mas também de valorização dos profissionais. “Essa capacitação significa crescimento pessoal, envolvimento e aprendizado em temas globais que fazem parte do dia a dia de um profissional. Isso possibilita uma visão mais aberta e clara do mercado de trabalho e de como o profissional deve se portar. Na medida em que eles conseguem ter conhecimento sobre o mercado de trabalho e sobre gestão, eles se posicionam de forma diferente no cotidiano”, explica a gestora.
Programa – O Primeiro Passo tem como finalidade promover o desenvolvimento infantil, através do apoio às famílias com crianças em idade de creche e pré-escola (do nascimento aos cinco anos), beneficiárias do programa Bolsa Família que não estejam matriculadas nas unidades de ensino públicas ou conveniadas. É concedido às famílias referidas um auxílio financeiro de R$ 50 mensais, e é automaticamente suspenso à medida que são ofertadas vagas na região onde a família reside.
Fonte: Secom Salvador

CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia

Check Also

Entidades discutem execução e estratégias do programa Família Acolhedora

A operacionalização e estratégias do serviço Família Acolhedora foram discutidas e alinhadas na manhã terça-feira ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

google.com, pub-6410565665465772, DIRECT, f08c47fec0942fa0