Home / Destaques / Téo Senna diz que vereadores do PHS estão indefinidos no partido, mas mantém decisão de continuar na base de ACM Neto

Téo Senna diz que vereadores do PHS estão indefinidos no partido, mas mantém decisão de continuar na base de ACM Neto

Crédito: Divulgação/Assessoria do vereador Téo Senna (PHS)

O vereador Teo Senna (PHS) confessa que o seu futuro e dos demais vereadores no partido ainda está indefinido. Após mudança no comando do partido na Bahia que será conduzido pelo ex-deputado Edson Pimenta, ele agora admite que não sabe qual será o seu destino político na legenda.

Senna pretende ficar no PHS até que o novo presidente decida e anuncie qual será o rumo do partido para os próximos anos no Estado, mas já deixou claro que não abre mão de continuar a aliança e o apoio na base do prefeito ACM Neto, assim como os demais colegas parlamentares da sigla que não abrem mão também de permanecer na base do prefeito e fortalecer o partido no âmbito municipal.

“Estamos indefinidos. Na realidade, o próximo presidente, que é Edson Pimenta, não manteve contato com a gente e a gente não sabe qual a situação que está. A única coisa definida é que a gente continua na base de Neto. Os caminhos que vão ser tomados vão ser de acordo com o andamento. A gente está no final do ano. Existem muitas vertentes e vários convites de partido para que a gente possa ir e está sendo analisado por cada um. Eu acho que cada um deve seguir o seu caminho, mas vai depender da situação, inclusive, jurídica do partido. O partido detém o mandato. Claro que o partido vem passando por um processo de transformação muito grande com mudança de presidente, mudança de lado, questionamento político e isso pode ser analisado juridicamente. Não adianta dizer nada agora ou tomar posição nenhuma.  Tem que ser uma posição coerente e com o andamento do processo. Vamos aguardar a chegada do presidente Edson Pimenta e se é que ele vai continuar, porque existe uma ação na justiça no Supremo definindo a volta do presidente Eduardo em nível nacional, e aí, a gente vai tomar uma posição. Nós nos reunimos e decidimos que é bom continuar aguardando as definições pra vê qual o caminho que a gente vai seguir”, explica.

Pimenta, que é ex-PSD, ao assumir o comando do PHS na Bahia, pode fechar uma aliança para apoiar a base do governador Rui Costa, inclusive, com vistas em 2018 para eleição de deputado estadual estadual e federal em uma virtual chapa majoritária de Rui, situação que  tem causado um mal estar no partido que quer cravar continuidade de parlamentares em apoiarem ACM Neto que é virtual candidato ao governo do Estado.

Téo, por sua vez, diz que a posição dentro do PHS está dividida e frisa que pretende mudar de partido para continuar a aliança com Neto. “Esse é um problema, porque nós fomos eleitos, mostrando a população e as pessoas que nos elegeram que tínhamos um lado e seguimos esse lado. Nós podemos justificar e pedir a saída do partido. Se continuar isso, a tendência é nós sairmos do partido. Aí, nós vamos descobrir qual o melhor caminho a ser tomado, pode ser em comum acordo com os vereadores, mas os vereadores, por exemplo, o vereador Isnard é ligado à Igreja Universal e tem o PRB e deve seguir por esse caminho. Cada um, vai seguir o caminho que é melhor pra cada um”, disse.

Téo diz que os quatro vereadores estão unânimes em continuar na base de Neto. Conforme Téo, os parlamentares da agremiação já decidiram que vão dar continuidade em caminhar com o prefeito.

“Isso é o momento político que nós estamos vivendo na política cada dia é uma surpresa, mas eu acho que coerentemente cada um se posicionou. O vereador Igor Kannario fez um trabalho, se tornou candidato por orientação do grupo de ACM Neto. O vereador Isnard já vem desde outros mandatos apoiando ACM Neto. A vereadora Cátia Rodrigues, o marido é deputado federal,  de acordo com a saída de um deputado para que ele pudesse assumir. Todos condizem e seguem por esse caminho e espero que continuem porque a base é forte, tem feito um grande trabalho pela cidade do Salvador, votando nos projetos importantes para a cidade e a gente quer continuar fazendo isso”, considera Téo.

O vereador diz que o prefeito ACM Neto ainda não o procurou para tratar sobre algo do partido, mas que tem conversado com o vice prefeito Bruno Reis.  “Eu tenho conversado com o vice prefeito Bruno Reis, que foi quem me convidou para vir para o PHS e dentro dessa estrutura, Bruno também é de acordo que deve aguardar o que vai ocorrer ou desenvolver dessas ações que tem na justiça de ações partidárias para que a gente possa tomar uma posição em conjunto”, disse Senna.

Rafael Santana


CONTEÚDO ALTERNATIVO CASO O VISITANTE NÃO TENHA O PLUGIN DE FLASH EM SEU COMPUTADOR (ESTE CONTEÚDO PODE APARECER TAMBÉM ENVOLVIDO POR UMA "DIV")


About Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia com foco em pautas políticas regionais

Check Also

Prates expressa gratidão e apresenta resultados de gestão ao completar um ano à frente da SMS

O secretário municipal da Saúde de Salvador, Leo Prates, completa um ano à frente da ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.