fbpx
Principal / Destaques / UPAs de Paripe e Pirajá atenderam 6,6 mil pacientes em pouco mais de um mês

UPAs de Paripe e Pirajá atenderam 6,6 mil pacientes em pouco mais de um mês

unidade-de-pronto-atendimento-secretaria-municipal-de-saude-prefeitura-de-salvador-prefeito-acm-neto

Com pouco mais de um mês após o início da operação, as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Paripe e Pirajá, administradas pela Prefeitura, contabilizam, juntas, atendimentos a 6.683 pacientes. A maior parte desse número está concentrada na área clínica para adultos, sendo 2.590 registrados na unidade de Paripe e 1.888 em Pirajá. Na pediatria, foram mais 1.082 na primeira e outros 514 na segunda. Os dados da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) são desde a inauguração das unidades, em junho, até o último dia 1º de agosto. As UPAs contam também com serviço de ortopedia, enfermagem, nutrição, farmácia e apoio diagnóstico.

A UPA de Paripe possui pouco mais de 1,7 mil m² e fica na Rua São Luís, s/n. Já a UPA de Pirajá, localizada na Rua Direta de Santo Inácio, em Santo Inácio, tem 1,4 mil m². Ambas contam com seis consultórios médicos, um odontológico, laboratório, central de material esterilizado, sala de classificação de risco adulto e pediátrico, sala de reanimação, observação adulto (masculino e feminino) e pediátrica. Além disso, contam com recepção, salas de espera, além de copa, vestiários, depósito de material de limpeza e almoxarifado. Cada uma conta com 25 leitos para estabilização do paciente.

Sobre Mathias Jaimes

Mathias Ariel Jaimes ( DRT 5674 Ba ) , é CEO do site #TVServidor e sócio-proprietário da agência de comunicação interativa #TVS1 . Formado em publicidade na Argentina. Estudou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia. MBA em marketing e comunicação estratégica na Uninassau. Aluno do professor Olavo de Carvalho, Curso Online de Filosofia, desde 2015.

Leia também!

Salvador aposta em economia criativa para combater desigualdades sociais

O soteropolitano é criativo na própria essência. E todo esse potencial pode e deve ser ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *