Principal / Destaques / Zé Ronaldo: ‘é preciso ter uma postura mais combativa diante do discurso adotado pela propaganda do governador’

Zé Ronaldo: ‘é preciso ter uma postura mais combativa diante do discurso adotado pela propaganda do governador’

O candidato ao governo da Bahia José Ronaldo (DEM) disse, ontem (21), que não concorda com todas as propostas da sua vice, a médica Mônica Bahia (PSDB), que é integrante do Movimento Brasil Livre (MBL). “Ela é defensora dos direitos da saúde pública de qualidade. Ela não esconde. É uma mulher dinâmica e vibrante. Claro que tem as ideias dela. Nem todas as ideias dela eu concordo. Ou com as minhas ela vai concordar. Nós vivemos em um país democrático e podemos ouvir as pessoas colocarem seu ponto de vista, embora não seja obrigado a concordar com todos. Mas ela tem muitas qualidades. Será uma grande colaboradora na área da saúde pública”, afirmou, em sabatina na rádio Itapoan FM.

O democrata disse, ainda, que tem sido cauteloso no apoio aos candidatos à Presidência da República para evitar perder votos. “Eu tenho amigos que gostam do candidato A, outros gostam do candidato B, C, D. Tenho que fazer campanha em sintonia com as pessoas que me apoiam. Tenho cuidado em dirigir a essas pessoas que me apoiam e têm candidatos diferentes para presidente”, ressaltou.

O candidato do DEM salientou que apoia o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB), apesar de o tucano não aparecer no material publicitário do democrata. Ele assegurou que tem feito menções ao ex-governador de São Paulo em discursos pelo estado. “Geraldo é homem vencedor em São Paulo. Tem muitos méritos. Tenho citado o nome dele e no microfone”, pontuou. José Ronaldo falou também sobre a tentativa do adversário e candidato à reeleição Rui Costa (PT) de tentar associá-lo ao governo do presidente Michel Temer (MDB). Disse que não votou no emedebista e afirmou que “quem pariu Temer que o embale”, referindo-se ao fato dele ter sido vice na chapa da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Sobre subir o tom contra o adversário petista, José Ronaldo afirmou que é preciso ter uma postura mais combativa diante do discurso adotado pela propaganda do governador. “É impossível ficar com essa tranquilidade toda quando o governador fala como se a gente estivesse em outro mundo. Eu estou mostrando aos baianos que o que mais vimos nesse tempo de governo foi propaganda”, afirmou. Ainda na entrevista, o candidato do DEM assegurou que não vai privatizar a Embasa. Afirmou que pretende regionalizar a central de regulação da saúde. Disse, também, que vai extinguir o atual modelo da Bahiatursa, que, segundo ele, “serve somente para contratação de bandas”.

Informações da Tribuna da Bahia On Line

 

Sobre Rafael Santana

Rafael Bonfim Santana é jornalista com experiência em diversos sites e jornais da Bahia com foco em pautas políticas regionais

Leia também!

Bolsonaro responde a acusações de improbidade: “imprensa suja que dissemina mentiras”

No seu canal em Telegram, o presidente Jair Messias Bolsonaro respondeu àqueles “profissionais em comunicação” ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *